Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

A Palavra - Opinião

Você tem caráter?


É fácil encontrar pessoas rotulando outras a respeito de terem ou não caráter, mas existe a possibilidade de alguém não ter caráter?

Se entendermos caráter como aquilo que cada um é no íntimo, não existe possibilidade de algum ser humano não tê-lo. O que pode ser divergente então passa a ser se o caráter do avaliado é digno de reprovação ou admiração dos demais, e isso já é outra questão em que não vou me aprofundar.
Inquestionavelmente o caráter  é a soma total daquilo que você é, que eu sou, sem nenhum tipo de máscara. Socialmente nos apresentamos de acordo com a necessidade, como personagens mesmo, essa adaptação expõe o conjunto de qualidades, boas ou ruins, que determinam a sua conduta, ou seja, o nosso caráter.
Você assim como eu precisamos estar atentos ao nível elevado de expectativas que colocamos nas pessoas, para que informações importantes não permaneçam encobertas por muito tempo, a ponto de o julgamento sobre suas atitudes se destacarem de forma equivocada.
Cada um é da forma que nasceu para ser e não é porque alguém que você age de determinada forma que todos a sua volta devem seguir seus passos.
Cada um tem uma energia própria, uns tem facilidades em desenvolver determinadas habilidades que talvez nós do lado de cá nunca conseguiremos e está tudo bem!
Não é justo exigir os mesmos resultados de todo mundo.
Uma mãe que cobra dos filhos resultados idênticos pois deu a mesma criação para todos, isso não existe! Haverá um deles que é mais afetuoso, outro mais atento aos estudos, um terceiro que vive no mundo da lua e, por fim, aquele que consegue tudo o que quer com ótimos argumentos e um poder de persuasão incrível, qual é o problema nisso? O último então seria o mal caráter ou enganador, claro que não!
A dificuldade em aceitar as próprias verdades é a grande causa de conflitos nos relacionamentos pois o fato de não saber como as coisas realmente funcionam dentro de si gera um conceito equivocado do outro.
O segredo é se conhecer melhor, entender de fato o que espera de si e o que não espera, como se sente estimulado nos relacionamentos, o que realmente importa para você e algo que é fundamental, qual energia você emana e qual te atrai.
Entenda como tudo funciona dentro de você, nos momentos de dor e de satisfação, fazendo isso as chances de errar e se frustrar serão menores, tudo que for relacionado ao seu caráter ou das outras pessoas quando exposto, não causará tanto constrangimento. Seja feliz como realmente é!
Luciene Afonso
Master Coach
Jornalista
Palestrante
Analista Comportamental

COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

Risco de pegar covid-19 em Primavera é 45% maior que em Cuiabá


Apesar do maior número de casos, o risco de pegar covid-19 em Primavera do Leste (231 km ao Sul da Capital) e 45% maior que em Cuiabá. O GD analisou os dados do boletim de 1º de junho, comparando os casos confirmados nos 15 maiores municípios de Mato Grosso.

Fazem parte dessa análise Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Tangará da Serra, Cáceres, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Barra do Garças, Primavera do Leste, Alta Floresta, Pontes e Lacerda, Nova Mutum, Campo Verde e Juína.

Enquanto na Capital ocorre um caso a cada 770,4 habitantes, em Primavera do Leste acontece um caso a cada 530 moradores. Para se ter uma ideia, Primavera do Leste é o 10º maior município do estado, com uma população de 62.019 moradores, seguindo estimativa do IBGE para 2019.

Em terceiro lugar no ranking de maior taxa de incidência do novo coronavírus está Barra do Garças (509 km a leste), com um diagnóstico positivo para cada 774,7 habitantes. A cidade é a nona mais populosa do estado, com 56.560 moradores.

Logo em seguida vem Lucas do Rio Verde (354 km ao norte), com um caso a cada 862,2 habitantes. O município é o oitavo com maior população em Mato Grosso, que segundo o IBGE é de 65.534 moradores.

Sem contar as mortes ocorridas por covid-19, apenas na comparação da chance de se pegar a doença, o risco de transmissão do novo coronavírus é muito maior em Primavera do Leste, Barra do Garças, Lucas do Rio Verde e Tangará da Serra (1 a cada 918,1 habitantes) do que em Várzea Grande, que está na região metropolitana e tem um caso a cada 1.108 moradores.

Em Mato Grosso, a taxa de incidência da covid-19 era de um caso a cada 1.321 habitantes. No primeiro de dia de junho havia 2.636 diagnósticos positivos, para uma população de 3,4 milhões de habitantes.

Fonte: Gazeta Digital