Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereador Luis Costa solicita a Secretaria de Saúde contratação de mais médicos Oftalmologistas


Da Redação

Atualmente o município de Primavera do Leste conta com apenas dois médicos Oftalmologistas atendendo pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Existem pessoas que estão na fila de espera por um atendimento, sendo, exames e cirurgias desde 2016. Alguns procedimentos são realizados em Primavera do Leste e outros pelo Estado. Mas mesmo com os mutirões realizados pelo estado para atender casos de cirurgias de catarata, a fila de espera continua crescendo. Durante a sessão ordinária de ontem (27), o vereador Luis Costa (PR), falou sobre a situação em tom de protesto.

“Imagina que temos cidadãos primaverenses na fila de espera por uma consulta ou exames desde 2016. As pessoas estão perdendo a visão, ficando cegas mesmo, por não terem condições de fazerem exames e cirurgias. Em Primavera temos apenas dois Oftalmos atendendo sendo que esta especialidade tem que ser prioridade na saúde pública”. Afirma o legislador.

Diante da situação e reclamação da população, Luis Costa está requerendo junto a Secretaria de Saúde, por meio de ofício e indicação, a contratação de mais médicos oftalmologistas, para que atenda a demanda existente.

“A contratação de mais profissionais oftalmos tem que ser feita urgente. Seja por meio de licitação ou contratação por seletivo, porque as pessoas não conseguem mais esperar nas filas. Nosso prefeito precisa dar mais atenção à saúde pública de nosso município. Sabemos que em relação a outras cidades do interior a nossa saúde está um pouco melhor, mas isso não justifica, porque temos uma das melhores arrecadações do interior. A saúde tem que ser prioridade em qualquer gestão pública, seja municipal ou estadual”. Esclarece Luis Costa.

O legislador explica que muitos candidatos colocam em suas propagandas eleitorais, que saúde, educação e segurança pública são prioridades, mas quando acaba a eleição não é o que tem visto. Luis Costa ressalta ainda que é muito triste ver que as pessoas precisam acionar a Defensoria Pública ou o Ministério Público para requerer o que é de direito, a saúde.

“Temos que ter essa atenção voltada para as necessidades de nosso povo. É inadmissível uma fila de espera tão grande como esta, não podemos aceitar que as pessoas fiquem cegas e morrem esperando um atendimento médico. Eu deixo aqui meu protesto e peço atenção de nossos gestores em relação a nossa saúde”. Desabafa o vereador.


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereador Luis Costa solicita ao executivo a roçada de mato seco em terrenos baldios e caminhões pipas para molharem as ruas de chão


Da Redação

O clima seco é um dos vilões da boa respiração, é a falta de chuva, a poeira excessiva e as queimadas. Primavera do Leste não fica atrás da realidade nacional, pois o período da seca chega em média há durar três meses, e neste período as doenças respiratórias se agravam, principalmente nas crianças e idosos.

Neste último final de semana o vereador Luis Costa (PR) esteve nos Bairros Poncho Verde e São Cristovão, acompanhando a situação dos terrenos baldios que estão com muito mato seco.

“Esta época do ano, que o clima fica mais seco, tem que cuidar mais da saúde com prevenções, como por exemplo, realizar a roçada de alguns terrenos baldios espalhados pela cidade para evitar que pegue fogo. Estarei solicitando a secretaria de obras o serviço de roçada e limpeza dos terrenos principalmente nestes bairros com pontos mais críticos, porque se houver a queimada o fogo pode se espalhar rapidamente e atingir as residências da comunidade”. Explica o vereador Luis Costa.

Na sessão ordinária de segunda – feira (24), o legislador junto com o colega vereador Valmislei Alves dos Santos, falaram sobre as reclamações dos moradores do Bairro Guterres e região em relação à poeira.

“Este é outro problema que se agrava nesta época do ano, e a população não tem aguentando tanta poeira. Alguns bairros da cidade como o Guterres e região, são mais atingidos porque ainda existem algumas ruas sem asfalto, como exemplo, a rua próxima ao aeroporto que é um dos principais acessos aos bairros. Como o colega Valmislei disse, o executivo precisa colocar alguns caminhões pipas para molhar as ruas, porque se existe água para molhar as gramas, como não molhar as ruas de chão. Eu peço atenção da prefeitura em relação a esta situação que os moradores estão passando com tanta poeira, porque se não fazermos nada, as pessoas irão ficar doentes e sempre digo aqui, que a nossa prioridade tem que ser a saúde do cidadão”. Finaliza Luis Costa.