Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereador Luis Costa quer saber quando as obras de drenagem serão retomadas


Da Redação

Entra ano e sai ano, e a situação continua a mesma, pois é só começar o período chuvoso, que parte da cidade fica alagada. Além da situação caótica para transitar em ruas e avenidas, a falta de escoamento da água, faz com que residências, comércios e até instituições escolares fiquem ilhados. Na última semana, ocorreu uma chuva forte no município, e a falta de escoamento da água atingiu a creche Eliane Macedo que fica no Bairro São Cristovão. Parte do local se tornou uma piscina, e a rua intransitável.

“Mais um ano que iniciamos com problemas de alagamentos. A situação é bem complicada porque não é só a questão do escoamento da água, mas também de saúde pública. Imagina essa água da chuva que passa pelas ruas, em contato com lixos, animais mortos e sem solução para este problema, quem entra em contato com essa água suja, é o povo, porque precisa limpar suas casas, levantar móveis, entre tantas ouras situações. Também falo aqui de todas as crianças que já ficaram alagadas em escolas, correndo um risco de exposição ainda maior com a água da enxurrada”. Explica Luis Costa.

Nesta última sessão ordinária (18), o legislador cobrou novamente o executivo, querendo saber, como está a situação das obras de drenagem na cidade, já que não se houve falar mais nada.

“As obras iniciaram no final de agosto do ano passado, na Avenida Campo Grande, primeiro que eu acho que existem locais na cidade, como por exemplo, a região da Creche Eliane Macedo, que alaga muito mais que a Avenida Campo Grande. Outra situação vivenciada pelos cidadãos primaverenses, foi à má qualidade do serviço prestado pela empresa contratada para executar a obra. Quem se lembra da situação da Avenida Campo Grande até o final do ano passado. Estava intransitável, eu mesmo em minha rede social mostrei a situação do asfalto que eles fizeram depois que quebraram tudo. A empresa prestou um serviço ruim”. Aponta o legislador.

Luis Costa quer saber se irá abrir novamente o processo de licitação para a contratação de uma nova empresa que executará o serviço, ou se continuará a mesma empresa. Também quer saber quando as obras irão ser retomadas e a previsão para conclusão.

“Segundo informações da própria prefeitura, o custo da obra é de R$ 2,5 milhões, e o investimento vai resolver o problema de alagamento no centro da cidade, e o restante da cidade? Esse valor é tão alto e mesmo assim não irá cobrir os outros bairros? E o Poncho Verde? E o São Cristovão? Quero saber também quando começa a obra no restante da cidade? Ainda quando começou a obra na Avenida Campo Grande a previsão de término estava 180 dias, mas já venceu esse prazo, e agora?” Conclui o vereador.

 


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Duas novas ambulâncias complementam a frota da saúde de Primavera do Leste


Os veículos foram adquiridos com a contribuição da Câmara Municipal

A secretaria municipal de Saúde recebeu nesta sexta-feira (19), mais duas ambulâncias novas para integrar a frota.  Com recursos devolvidos da Câmara Municipal, R$ 350 mil, e a contrapartida da Prefeitura foi possível equipar, para tornar mais eficiente, um setor de suma importância que é o transporte de pacientes para Rondonópolis e Cuiabá, preferencialmente.

O Legislativo repassou os R$ 350 mil e, desse montante, trezentos foram destinados a aquisição das ambulâncias e o restante, R$ 50 mil, teve outra destinação, também na área da saúde. A Prefeitura contribuiu com R$ 56 mil provenientes de recursos próprios. Na oportunidade a prefeitura recebeu uma ambulância doada pela empresa Cargill.

Segundo a secretária de saúde, Laura Kelly, essas duas aquisições “somam cinco ambulâncias para atender a demanda intermunicipal, ou seja, transportar pacientes para Rondonópolis e Cuiabá, como também atender os pacientes em domicílios”.

A coordenadora da UPA, Paula Castilho Xavier, afirmou que são realizadas cerca de 80 a 100 viagens mensais, transportando pacientes, e “para atender essa estrutura contamos com nove motoristas com plantões de quatro motoristas/dia e um atendendo a demanda interna”.

O presidente da Paulo Márcio (DEM) destacou o empenho dos parlamentares em contribuir com seriedade para uma gestão responsável. “Nosso objetivo é o desenvolvimento de Primavera do Leste. Por isso, nosso trabalho tem sido pautado no bem público. Conhecemos de perto os problemas de cada área e a saúde tinha essa necessidade de mais ambulâncias, para agilizar e potencializar os atendimentos”.

O prefeito Léo Bortolin reafirmou que a parceria com a Câmara Municipal tem permitido investimentos em áreas essenciais para o bem da população. “Reconheço a importância dessa confiança mútua entre os Poderes. Só temos a agradecer a atuação dos vereadores, pelo entendimento de que juntos podemos fazer de Primavera a cidade que queremos, com qualidade de vida e saúde pública eficiente, essa é nossa função pública”.

ASCOM – Prefeitura de Primavera do Leste