Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Vereador Luis Costa parabeniza os profissionais do Lar da Criança em Primavera do Leste


Da Redação

Durante a sessão ordinária de ontem, 11, o vereador Luis Costa (PR), disse que no final de semana visitou o Lar das Crianças em Primavera do Leste. O local recebe crianças que estão sem lar temporariamente. “Eu quero parabenizar toda a administração do Lar das Crianças. O local tem ótimos profissionais, e sempre que vou lá, passo uma tarde com as crianças e fico muito emocionado, não tem como não se emocionar. As crianças precisam de nossos cuidados, de amor, carinho e atenção. Além da visita, o contato com as crianças nos leva a uma reflexão sobre a vida. Se você ainda não conhece o Lar das Crianças, vá até lá, fica no Bairro Castelândia, tenho certeza que elas irão adorar”.

Ainda em seu discurso, o legislador, falou da sua participação na semana passada da confraternização dos empresários do Distrito Industrial José de Alencar, e ressaltou a importância da regularização de parte do distrito. “Foi muito bom participar da confraternização dos empresários do Distrito Industrial José de Alencar, inclusive o vereador Neri Gaiteiro estava presente. Gostaria de dizer que vou junto ao executivo agilizar o processo, buscar maneiras para que regulamente o mais rápido possível o distrito. Porque precisamos expandir mais, fomentar mais a economia, e para isso precisamos da legalidade. Eu me comprometo de fazer indicações de melhorias e também junto ao executivo fazer um projeto de lei que regularize toda a área irregular”.

DESTAQUE NAS REDES SOCIAIS

No domingo, 10, o vereador Luis Costa (PR) a pedido da comunidade, esteve na Avenida que da acesso aos Bairros Primavera 3 e Buritis, para verificar a situação de um poste caído. Segundo os moradores, uma pessoa alcoolizada, dirigindo um veículo, bateu no poste e derrubou. E em questão de minutos, após o vereador sair do local, outra pessoa bateu, em outro poste.

“É grave essa situação, porque não é a primeira vez que registramos, sendo que todos os domingos encontramos, um poste batido ou caído no chão, e quem paga a conta somos nós. Agora a empresa Energisa terá que fazer a troca e isso custa dinheiro. Eu quero pedir a toda população para ter mais cuidado no trânsito, e principalmente se beber não dirija. E Se você ver alguém dirigindo tomando cerveja, chame a polícia, denuncie”. Afirma o vereador Luis Costa.


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Neri Geller, deputado federal eleito, deixa a prisão depois de HC concedido pelo STJ


Neri Geller (PP) solto na segunda-feira (12) — Foto: TVCA/Reprodução

Neri Geller (PP) solto na segunda-feira (12) — Foto: TVCA/Reprodução

O deputado eleito, Neri Geller (PP) foi solto no início da noite desta segunda-feira (12), após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatar o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do e ex-ministro da Agricultura Pecuária e Abastecimento no domingo (11). Geller estava preso desde a última sexta-feira (9), em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Ao ser solto, o ex-ministro concedeu entrevista à equipe de reportagem da TV Centro América. Ele negou as acusões e disse que não é indiciado, apenas teve o nome citado em uma delação.

“Não fui chamado para depor em nenhum momento das investigações e vou me inteirar das acusações e depois vou manifestar junto à imprensa”, disse.

O deputado eleito disse ainda que algumas pessoas que estão sendo acusadas de corrupção foram desafetos políticos dele durante o tempo em que foi ministro.

As investigações foram baseadas na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB. Foram presos na ação Antônio Andrade (também ex-ministro da Agricultura), Rodrigo Figueiredo (ex-secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, que já conseguiu liberdade), o empresário Joesley Batista e mais 13.

Ex-ministro diz que nunca foi chamado para depor — Foto: TVCA/Reprodução

Ex-ministro diz que nunca foi chamado para depor — Foto: TVCA/Reprodução

A prisão

O ex-ministro foi preso durante a Operação Capitu, por suposto envolvimento em um esquema de corrupção no Ministério da Agricultura entre 2013 e 2014 e é um desdobramento da Lava Jato.

Neri Geller estava hospedado em um hotel de Rondonópolis porque participaria de um evento agropecuário. Por volta de 6h, três agentes da Polícia Federal (PF) chegaram ao local em carro descaracterizado e o levaram em cumprimento a um mandado de prisão temporária.

Após a prisão, Geller foi levado para a delegacia da PF e, posteriormente, encaminhado para a Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, a Mata Grande, por não ter nível superior.

Fonte: G1 Mato Grosso