Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereador Luis Costa é um possível candidato a prefeito de Primavera do Leste


Em entrevista ao jornal “Diário” o vereador Luis Costa, falou sobre sua possível candidatura a prefeitura de Primavera do Leste e também sobre o cenário político atual.

“É a hora de mudar, de sair desses dois grupos que sempre comandaram Primavera”  O vereador Luis Costa (PR), aparece como um dos possíveis candidatos ao pleito suplementar, bastante atuante, Luis vem se destacando pelo estilo fiscalizador. Costa deixa claro a intenção em disputar ao cargo de prefeito de Primavera, ele ressalta que tem conversado com alguns partidos políticos, e pode sim se tornar a chamada “terceira via”. Costa destaca que a candidatura seria uma opção para população que quer fugir do sistema político atual. “Eu pretendo disputar as eleições se eu conseguir viabilizar a minha candidatura, para sair do sistema político um pouco, o sistema principalmente de Primavera, em que você tem que ter dinheiro para poder disputar as eleições. Acredito que é possível fazer política para as pessoas de bem, para as pessoas que não vão se vender, para as pessoas que vão entrar com propostas de melhorias, de transparência, da aplicação correta dos recursos públicos. Acredito que a política do mal, a do passado, perde força a cada dia com tudo que está acontecendo em nosso país, por isso quero disputar e ser uma nova opção, alguém que não concorda com sistema político que está implantado em todo Brasil, quero ser a diferença”, frisou. Luis acredita que a cidade terá mais de um candidato ao cargo, devido aos bons nomes que a cidade tem. “Primavera pode ter mais de um candidato, dois ou três candidatos, ou até mesmo quatro, Primavera tem muitos nomes bons. Todas as administrações foram importantes para o município, mas acredito que é a hora de mudar, de sair desses dois grupos que sempre comandaram Primavera do Leste”. Perguntado sobre o que o faria desistir da disputa, Costa ressalta que apenas um fator o desmotiva: “a corrupção que assola todo o país, e em Primavera não é diferente. Para se ter votos em Primavera é preciso de grupos, de coligação precisa de partidos, e todos querem uma fatia do bolo, todos querem um cargo, um contrato, geralmente é assim que funciona. E depois a cidade fica na mão desse pequeno grupo, pois ajudou o candidato a ser eleito e com isso são favorecidos, isso é desmotivador, você só pode ser candidato se comprar esse apoio, isso pode me fazer desistir da disputa. O que me motiva é a vontade de fazer diferente, provar que é possível com transparência e honestidade, simplicidade, aplicando os impostos de forma correta, e mostrar para população de forma transparente. Usar os meios de comunicação para mostrar à população o que vem sendo feito com o dinheiro dela, não temos aliados e grupos, e sim estarmos focados no povo. Me acho capaz, porém, a qualidade que um político precisa meu pai me ensinou, que é não roubar o dinheiro do povo”.


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Senador Wellington Fagundes recebe vereador Luis Costa em Brasília


Da Redação

Na tarde de ontem (17), o senador Wellington Fagundes (PR) recebeu o vereador Luis Costa (PR) de Primavera do Leste, em Brasília para falar de projetos políticos para o município. Wellington sempre esteve presente em Primavera do Leste com inúmeras emendas destinadas para a saúde, educação e infraestrutura da cidade. Recentemente o senador foi candidato ao governo de Mato Grosso e obteve 280.055 mil votos, sendo o segundo candidato mais votado no estado.

Luis Costa é vereador pelo Partido da República e tem sido uma base política para o senador Wellington. Luis disputou as eleições como candidato a Deputado Estadual, e em Primavera do Leste, foi o candidato a Deputado Estadual mais bem votado. O legislador avalia a parceria e amizade com o senador, muito produtiva e afirma que o município precisa ter mais representantes municipalistas, que destinam emendas para a execução de projetos políticos, garantindo assim os direitos básicos de cada cidadão.

Wellington Fagundes ingressou na política de classe como presidente da Associação Comercial Industrial de Rondonópolis por dois mandatos, 1983 a 1986. Em 1987, assumiu a Secretaria Municipal de Planejamento de Rondonópolis, na gestão de Hermínio J. Barreto. Em 1990, concorreu a uma cadeira na Câmara dos Deputados e foi eleito. Foi reeleito em 1994, 1998, 2002, 2006 e 2010, sendo nessa última o parlamentar mais votado do Mato Grosso, com 145 460 mil votos.

Em seus 24 anos como deputado federal (seis mandatos consecutivos), Wellington Fagundes foi vice-líder do bloco PSDB/PTB em 2001. Em 2004 foi também vice-líder, agora do bloco PL/PSL. Em 2012 foi vice-líder do bloco PR/PTdoB/PRP/PHS/PTC/PSL/PRTB. Desde 2009 ocupa a presidência regional do Partido da República em Mato Grosso. É titular da comissão de Viação e Transportes; da comissão destinada a trabalhar pelo projeto que obriga o Poder Executivo a elaborar e cumprir plano de metas; da comissão que acompanha os desdobramentos da grave situação vivenciada na reserva Suiá-Missú; e também é titular na representação brasileira no Parlamento do Mercosul.

No último pleito, em 2014, Wellington Fagundes foi eleito Senador da República, com 646.344 votos.Como senador, Wellington Fagundes foi vice-líder do Governo e líder do Partido da República. Foi também presidente da Comissão Senado do Futuro – CSF – e é atual coordenador da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog). Em 2016 foi o relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que orientou a elaboração do Orçamento da União, com atuação destacada na busca pela elaboração de um Orçamento realista e voltado a otimização dos recursos públicos.