Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Vagas limitadas em banca do Detran podem prejudicar quem quer tirar 1ª habilitação ainda em 2019


Para a condução de veículos automotores é obrigatório ter uma certificação que ateste conhecimentos sobre diferentes assuntos ligados ao trânsito. Em Primavera do Leste, quatro autoescolas são responsáveis por formar condutores e juntas, por ano, habilitam cerca de duas mil pessoas na primeira habilitação.

Com a suspensão do simulador, àqueles que buscam a primeira habilitação passam apenas pelo Curso de Formação de Condutores (CFC), exame teórico, 20 horas/aula práticas e por fim, o exame final avaliado por uma Banca Examinadora do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

De acordo com o Roteiro Banca Examinadora, do Detran, Primavera do Leste só deve ter uma nova banca esse ano para formação de novos condutores, sendo em 28 de outubro e 20 de novembro.
As autoescolas formam em torno de 170 alunos por mês, tendo como referência dados do Detran de 2018, porém, o órgão disponibiliza apenas 120 vagas por Banca Examinadora e os exames são feitos a cada 40 dias. Ou seja, a demanda do município é maior do que a oferta do órgão, o que gera um déficit expressivo.

O Diário conversou com os quatro representantes das autoescolas de Primavera, que temem que os alunos sejam prejudicados devido ao número reduzido de vagas e a limitação de bancas. Com essa redução, parte dos que buscam a primeira habilitação só poderão realizar o exame em 2020. Alguns podem perder até mesmo o prazo de 12 meses à formação, ter que iniciar o processo do zero e pagar tudo novamente.

Em 2018, quando foram formados 2.082 novos condutores, as bancas examinadoras aconteciam com maior frequência e maior número de vagas. Os exames eram de 20 em 20 dias e contavam com 200 inscritos.
As quatro autoescolas, representadas por Júlio Márcio Severino, Everton Prieto, Daniel Soares e Alcemir Aguiar, estão dispostas a ajudarem no que for necessário para formar toda a demanda do município, porém, o fato do órgão não tentar buscar uma solução para o problema desanima os empresários.

Outro problema está em relação à redução de bancas na formação de categoria E. Primavera do Leste é polo do agronegócio e o escoamento da safra é feito através de caminhões. Com apenas três exames neste semestre para a mudança de categoria, a geração de empregos e economia do estado também são prejudicados.

O questionamento das autoescolas é em relação a não poder ser feita a ampliação de bancas ou vagas. Os representantes foram até a sede do Detran, em Cuiabá, para tentar reverter a situação, mas não obtiveram sucesso. Buscaram apoio junto a 40ª Ciretran e Câmara Municipal, porém, estes também tiveram as solicitações negadas.

SOLUÇÃO ENCONTRADA POR ÓRGÃO É IMPLANTAÇÃO DE BANCA FIXA A PARTIR DE 2020

Os exames são realizados no pátio da 40ª Ciretran, local cedido às autoescolas para as aulas práticas. Apesar de não ser da jurisdição, a chefe da unidade, Lenice Teixeira, buscou intermediar junto ao Detran para solucionar o problema, no entanto, devido ao afastamento de 41 servidores neste ano de 2019, as bancas foram restringidas.

Lenice explica que a banca é responsável por atender a região e são em média quatro examinadores práticos para a formação das categorias A, B, C e E. Além disto, estes servidores possuem carga horária para a ser respeitada, o que justifica a redução. Recentemente, o vereador Carlinhos Instrutor, acompanhado de outros parlamentares e do prefeito Leonardo Bortolin, estiveram reunidos com o presidente e o diretor de Habilitação do Detran, Gustavo Reis Lobo Vasconcelos e Alessandro Alencar de Andrade.

Na oportunidade, a comitiva de Primavera do Leste tratou sobre a questão das bancas examinadoras do município. A mesma informação repassada pela 40ª Ciretran, foi a justificativa dada pelos representantes do órgão, que é a falta de servidores. A solução apresentada foi a formação de um examinador no município para a realização de banca fixa.

“Como uma saída a curto prazo, questionamos a possibilidade de aumentar vagas para as próximas bancas ou exame adicional até dezembro, mas o presidente não garantiu, apenas disse que pensaria. Espero que atenda nossa solicitação”, explica Carlinhos.

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com Detran para esclarecer o motivo do período da cada banca ser estendido e o número de vagas reduzidas. O órgão, através da Assessoria de Imprensa, informou que a motivação é devido ao déficit de servidores para compor a banca examinadora em todo o Estado.

Conforme nota encaminhada, o departamento já tomou as providências necessárias para solucionar este problema e será realizada capacitação nas bancas locais dos municípios. No caso de Primavera do Leste, a capacitação deverá ocorrer até o final do ano.

NOTA NA ÍNTEGRA
O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) esclarece que existe um déficit de servidores para compor a banca examinadora em todo Estado, porém, já estão sendo tomadas as providências para suprir essa necessidade, com a realização de
capacitação de bancas locais nos municípios. No caso de Primavera do Leste, a capacitação deverá ocorrer até o final do ano.

Com essas bancas locais será possível ofertar testes práticos de forma quinzenal. O calendário das bancas é formulado pelo Detran-MT com base nas demandas de cada município. Atualmente, os servidores das bancas examinadoras são deslocados de Cuiabá para atender as demandas do interior. O Detran-MT esclarece ainda que o processo de capacitação é demorado, pois o servidor precisa realizar um curso de mais de 200 horas de treinamento.

Fonte: Clique F5/ Pérsio Souza


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Após agenda positiva em Brasília, vereadores Luis Costa e Juarez Barbosa fortalecem parceria política para Primavera do Leste


Da Redação

Na reta final das definições dos deputados e senadores sobre encaminhamentos das emendas parlamentares, os vereadores do município de Primavera do Leste, Luis Costa (PL) e Juarez Barbosa (PDT), desembarcaram na Capital Federal, para conquistar recursos a mais, antes de encerrar o ano.

A notícia boa é que o Deputado Federal, Neri Geller (PP), que atua como coordenador da bancada de Mato Grosso na Capital Federal, disponibilizou aos vereadores uma emenda no valor de R$500 mil reais para a aquisição de uma máquina Pá Carregadeira. “Eu soube da demanda durante visita, e fiz um ofício solicitando ao nosso representante em Brasília o valor para a compra da máquina. Essa viagem aos gabinetes de nossos deputados e senadores foi muito positiva, pois junto com o vereador Luis Costa, pudemos participar de várias reuniões, e conquistar emendas e ainda discutir e encaminhar assuntos relacionados à saúde de nossa cidade”. Explica o vereador Juarez Barbosa.

Outra agenda positiva foi com o Deputado Federal, José Medeiros (Podemos), em que foi solicitado pelo gabinete do vereador Luis Costa uma emenda para a construção de uma ponte na região do assentamento Vale Verde. “O presidente do assentamento, Uilma, tinha me solicitado apoio para a construção da ponte, e assim falamos com o deputado e ele irá verificar a disponibilidade de R$200 mil reais para essa demanda”. Afirma Luis Costa.

Durante as solicitações de emendas parlamentares, os legisladores participaram de uma agenda no Ministério da Saúde, em que o vereador Luis Costa explicou que o município está sem a vacina penta, que é aplicada em bebês com menos de um ano de vida, e que muitas famílias não tem condições de pagar pela vacina e o que o ministério tem enviado é muito pouco em relação à demanda.

“A Secretaria de Saúde solicitou mais de 2 mil doses, porém só chegou 100 vacinas. Estamos acompanhando as mudanças que o governo federal está realizando em relação aos  laboratórios e industrias farmacêuticas, mas precisamos fazer gestão para o nosso município e sinalizamos na reunião de que é necessário aumentar a quantidade de vacinas que estão recebendo”. Ressalta Luis Costa.

A demanda que tem sido prioridade dos vereadores em visita a Brasília, é a contratação de um novo médico perito para o INSS. Na ocasião Luis Costa e Juarez Faria, conseguiram uma reunião por meio do deputado federal José Medeiros, e com representantes do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional de Seguro Social, a notícia é que em Janeiro o problema será resolvido. No entanto, os vereadores se comprometeram em acompanhar o processo.

A Casa do índio (CASAI) é mais uma demanda que há anos os vereadores têm buscado apoio federal e que recentemente o senador Wellington Fagundes (PR) sinalizou de que a verba para a construção irá sair em breve, porém a possibilidade é que seja construída na região do município de Poxoreú. Para finalizar o Deputado Federal, Nelson Barbudo (PSL), irá disponibilizar uma emenda para o Bairro Cristo Rei, em que será com o dinheiro, construída uma pista de caminhada.

Especialmente para os municípios menores, como Primavera do Leste, pequenos repasses de R$ 150 mil, R$200 mil, podem ser a solução para resolver um problema de educação, saúde ou infraestrutura, por isso, se descolar a Brasília, para encontrar os parlamentares é importante. Muita gente critica, mas na maioria das vezes, os gastos com a viagem são compensados com os valores que vêm. Sem dúvida de que a parceria entre os vereadores do município com os representantes de nosso estado em Brasília, tem se fortalecido a cada dia, a exemplo, são os mais de 4 milhões de emendas conquistadas durante o mandato.