Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

SAÚDE E FRONTEIRA: JAYME DESTINARÁ R$ 70 MILHÕES PARA A SAÚDE E PROPOR A FRENTE PARLAMENTAR DE FRONTEIRA


JAYME CAMPOS DEFINIU METAS A SEREM CUMPRIDAS NOS PRIMEIROS DIAS DE MANDATO PARA AJUDAR EM CARÁTER EMERGENCIAL MATO GROSSO E DUAS AREAS FUNDAMENTAIS, SAÚDE E SEGURANÇA NA FRONTEIRA

Emendas anuais em valores estimados cada uma de R$ 70 milhões e a criação da Frente Parlamentar de Fronteiras que reúne representantes de 11 Estados que estão ao longo da fronteira do Brasil com países da América do Sul são duas propostas que o candidato ao Senado, Jayme Campos da Coligação Prá Mudar Mato Grosso incorporou ao seu programa de atividades a partir de 2019.

“Com estes recursos que exigiremos do Governo Federal seja liberado emergencialmente, já que iremos apresentar como emenda de bancada e impositiva, ajudaremos o futuro governador Mauro Mendes a promover ações emergenciais para reforma de todos os hospitais regionais e municipais em convênio com o Governo do Estado”, disse Jayme Campos para uma seleta plateia de prefeito que se reuniram na última terça-feira em Cuiabá.

O candidato lembrou que os recursos públicos devem ser aplicados de forma racional e visando contemplar a maioria da população, principalmente nas áreas essenciais como saúde, segurança, social, obras e educação.

“Nosso papel enquanto legisladores é fazer com que os recursos cheguem aos municípios e, por conseguinte atendam a população em suas necessidades, principalmente aqueles que dependem do Poder Público para ter uma saúde eficiente e prestativa. O que as pessoas de bem procuram, são resultados em suas expectativas e isto, eu, os deputados federais, estaduais e o governador Mauro Mendes iremos fazer”, frisou Jayme Campos.

O candidato a senador pelo Democrata, fez questão de lembrar que a UPA IPASE em Várzea Grande, inaugurada na gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos, é referência que o Ministério de Saúde aponta para todos os municípios de Mato Grosso em atendimento de urgência e emergência.

FRONTEIRA

Já em relação a política de fronteira, Jayme Campos lembra que o Brasil é signatário de uma infinidade de tratados com vários países, mas precisa reforçar suas fronteiras, “por onde sabidamente entra drogas, armamentos, dinheiro ilícito, aeronaves, veículos entre outras coisas e por onde saem daqui o produto de roubo”.

Jayme Campos lembrou que são 11 Estados que fazem fronteira com outros países da América do Sul e, portanto, serão 33 senadores e uma infinidade de deputados federais que formalizarão políticas para conter o avanço da insegurança nas fronteiras do Brasil.

“O custo de não fazer nada é muito maior do que os investimentos que necessitam ser colocados em prática para atender a população destas regiões e resguardar a segurança nacional de uma nação do tamanho do Brasil. Se estas ações serão feitas pelas Forças Armadas em comum acordo com as forças policiais do Estado não importa, o que não pode é deixar as coisas como estão, pois, a droga mata, empobrece ainda mais a população, arma aqueles que se utilizam da criminalidade e chegam ao ponto de enfraquecer a economia nacional com a entrada de contrabando de cigarros, eletroeletrônicos, roupas e muitos outros produtos”, concluiu Jayme Campos.

Assessoria 


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Jardineiro que escreveu ‘felis’ em canteiro de Jaciara participa de programa da Fátima Bernardes


Reprodução / TV Globo

A cidade de Jaciara (148km de Cuiabá) ganhou a mídia na última semana por conta do erro ortográfico do jardineiro Lindomar, popularmente conhecido como ‘Jaburu’.

Nesta quarta-feira (12), a exposição foi maior ainda: ele participou do programa ‘Encontro com Fátima Bernardes’, da Rede Globo, para falar sobre o ocorrido.

No programa, Lindomar comentou que não percebeu quando tiraram a foto. “Nem notei, eu estava de costas, e quando me falaram já estava na internet. E só tinha críticas no começo”, disse.

Segundo ele, quando chegou em casa e contou para sua esposa, ela até queimou o almoço. Logo depois, seu filho chegou e também viu a repercussão negativa. “Mas ele falou pra mim: ‘Pai, não esquenta não, tem muitas pessoas maldosas no mundo’”, lembrou o jardineiro.

No programa, Fátima e os outros convidados comentaram o ocorrido. Fernando, da dupla Fernando e Sorocaba, chegou a falar que os críticos eram “espíritos de porco”, mas a apresentadora lembrou que, logo depois, “Começou uma onda de solidariedade, que não é muito comum”.

Ao final do programa, Fátima deu toda a coleção de livros do Harry Potter para o filho de Lindomar, que estava na plateia. Assista ao programa completo AQUI.

Depois da polêmica, internautas criaram, inclusive, uma ‘vakinha virtual’ para arrecadar dinheiro para o Natal do Jaburu. Saiba como ajudar AQUI.

Fonte: Primeira Hora