Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Primavera do Leste tem 216 faixas de pedestres; maioria precisa de manutenção


Mais uma vez o assunto mobilidade urbana volta às páginas do jornal O Diário. Desta vez, o assunto ganhou notoriedade após um morador e um vereador da cidade de Primavera do Leste, pintarem uma faixa de pedestre na Avenida Amazonas.

A faixa que tinha no local foi apagada, por isso o morador utilizando-se de recursos próprios resolveu pintar novamente, para segundo ele, garantir a segurança dos pedestres. Ronaldo pintou as faixas no início de fevereiro e contou com ajuda do vereador Luis Costa. “É uma tinta emborrachada, sou pintor e resolvi fazer o teste”, disse Ronaldo, no vídeo divulgado por Luis Costa.

De acordo com a Coordenadoria Municipal de Transportes Urbanos – CMTU, a cidade de Primavera do Leste, possui 216 faixas de pedestres, a maioria delas precisam de manutenção. De acordo com o coordenador da pasta, Thiago Lima, a explicação para que as faixas se apaguem está relacionada a dois fatores. “Quanto a durabilidade há dois problemas, o primeiro é em relação a sujeira da cidade, por ser uma cidade
agrícola e a outra é em relação a manta asfáltica. É que foi passada uma manta asfáltica no passado que hoje atrapalha. No sol quente essa manta se solta e vai para cima da faixa, e acaba apagando”, frisou.

Ainda conforme Lima, dois testes foram realizados na cidade. “Fizemos alguns testes em faixas de pedestres, aquela em frente a pista de caminhada, que é “a quente” se adequou bem, e a “3M” que foi colocada na Piracicaba com a São João”, explicou o coordenador.

NA FRENTE DAS ESCOLAS

As únicas sinalizações que irão passar pela manutenção sãos as que estão localizadas em frente as escolas. “Em frente as escolas as faixas serão pintadas pela CMTU.  Já foi pedida a tinta, dentro das especificações corretas, porém, no restante do centro, teremos que aguardar um pouco, já que terá uma reorganização do centro”, frisou.

De acordo com nota encaminhada via Assessoria de Imprensa, a prefeitura informou que a o certame para contratação de uma empresa especializada para realizar o estudo técnico do trânsito de Primavera do Leste, ocorreu nesta terça-feira (26), porém, até o fechamento desta edição, não conseguimos informações de qual empresa venceu a licitação.
Ainda conforme a prefeitura, cada faixa de pedestre custa aos cofres públicos R$ 410 por metro quadrado.

Referente a atitude do morador citada no início da reportagem, a prefeitura ressalta que: “Uma forma de colaboração por parte da população, quando suspeitar da  necessidade de faixa de pedestre em algum ponto da cidade, é comunicar o órgão responsável, a CMTU, para que os agentes possam realizar a avaliação e, caso necessário, solicite a aplicação da pintura à Secretaria de Infraestrutura”, frisou.

NOTA NA ÍNTEGRA

A Prefeitura de Primavera do Leste informa que, para iniciar a pintura de faixas de pedestre nas vias da cidade, aguarda a realização de pregão para a contratação da empresa que irá realizar o estudo técnico no trânsito e indicar as devidas adequações. O certame está previsto para ocorrer no próximo dia 26. Atualmente a cidade conta com 216 faixas de pedestre. Para a pintura calcula-se R$ 410 por metro quadrado.

Referente a atitude do morador. A prefeitura considera a ação desnecessária, já que não há avaliação técnica que identifique a necessidade de faixa de pedestre no local onde a tinta foi aplicada.
Uma forma de colaboração por parte da população, quando suspeitar da necessidade de faixa de pedestre em algum ponto da cidade, é comunicar o órgão responsável, a CMTU, para que os agentes possam realizar a avaliação e, caso necessário, solicite a aplicação da pintura à Secretaria de Infraestrutura.

Fonte: Jaqueline Hatamoto/ Clique F5


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Duas novas ambulâncias complementam a frota da saúde de Primavera do Leste


Os veículos foram adquiridos com a contribuição da Câmara Municipal

A secretaria municipal de Saúde recebeu nesta sexta-feira (19), mais duas ambulâncias novas para integrar a frota.  Com recursos devolvidos da Câmara Municipal, R$ 350 mil, e a contrapartida da Prefeitura foi possível equipar, para tornar mais eficiente, um setor de suma importância que é o transporte de pacientes para Rondonópolis e Cuiabá, preferencialmente.

O Legislativo repassou os R$ 350 mil e, desse montante, trezentos foram destinados a aquisição das ambulâncias e o restante, R$ 50 mil, teve outra destinação, também na área da saúde. A Prefeitura contribuiu com R$ 56 mil provenientes de recursos próprios. Na oportunidade a prefeitura recebeu uma ambulância doada pela empresa Cargill.

Segundo a secretária de saúde, Laura Kelly, essas duas aquisições “somam cinco ambulâncias para atender a demanda intermunicipal, ou seja, transportar pacientes para Rondonópolis e Cuiabá, como também atender os pacientes em domicílios”.

A coordenadora da UPA, Paula Castilho Xavier, afirmou que são realizadas cerca de 80 a 100 viagens mensais, transportando pacientes, e “para atender essa estrutura contamos com nove motoristas com plantões de quatro motoristas/dia e um atendendo a demanda interna”.

O presidente da Paulo Márcio (DEM) destacou o empenho dos parlamentares em contribuir com seriedade para uma gestão responsável. “Nosso objetivo é o desenvolvimento de Primavera do Leste. Por isso, nosso trabalho tem sido pautado no bem público. Conhecemos de perto os problemas de cada área e a saúde tinha essa necessidade de mais ambulâncias, para agilizar e potencializar os atendimentos”.

O prefeito Léo Bortolin reafirmou que a parceria com a Câmara Municipal tem permitido investimentos em áreas essenciais para o bem da população. “Reconheço a importância dessa confiança mútua entre os Poderes. Só temos a agradecer a atuação dos vereadores, pelo entendimento de que juntos podemos fazer de Primavera a cidade que queremos, com qualidade de vida e saúde pública eficiente, essa é nossa função pública”.

ASCOM – Prefeitura de Primavera do Leste