Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Prefeitura oferece mais de 1.100 vagas para cursos profissionalizantes


Este é um investimento de quase R$ 500 mil para disponibilizar 16 cursos por meio do Senai

Está estacionada nas dependências da Prefeitura de Primavera do Leste a Carreta/escola do Senai. Ela traz 1.125 vagas para 16 tipos de cursos profissionalizantes. A Prefeitura realizou um investimento de mais de R$ 488 mil, mas para a população as qualificações serão gratuitas.

 

Para participar, os interessados devem procurar os CRAS da cidade: no Primavera III (Cras Mabília); no Guterres (Cras Mabília extensão); no São José (Jonas Pinheiro); e no Centro Leste (Ivone Agnes). As inscrições começam no próximo dia 27 e vão até o dia 31 de maio.

 

As aulas estão previstas para começar no próximo dia 3. Os primeiros cursos serão de panificação, confeiteiro e salgadeiro. Os demais cursos disponíveis são: aplicador de revestimento cerâmico; soldador em multiprocesso com eletrodo revestido; TI e MAG; assistente de recursos humanos; assistente administrativo; auxiliar financeiro; torneiro mecânico; operador de empilhadeira; pintor de obras; recepcionista; confeccionador de bolsa em tecido; eletricista instalador predial de baixa tensão; pedreiro de alvenaria; e almoxarife.

 

O objetivo do Poder Executivo com esta ação é alavancar a geração de emprego e renda no município. A secretária de Assistência Social, Márcia Rotilli entende que “a qualificação tem se mostrado uma das principais ferramentas que possibilitam a igualdade de condições para competir por vagas no mercado de trabalho, principalmente para o público alvo da assistência social, inscritos no Cadastro Único”.

 

O prefeito Léo Bortolin reitera agradecendo os esforços da Secretaria de Assistência Social e de Desenvolvimento Econômico, por contribuir com relevantes trabalhos e trazerem essas qualificações. “É uma das formas que encontramos para a inclusão social, redução da desigualdade e oportunidade de renda”.

ASCOM – Prefeitura de Primavera do Leste


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereador Luis Costa solicita ao executivo a roçada de mato seco em terrenos baldios e caminhões pipas para molharem as ruas de chão


Da Redação

O clima seco é um dos vilões da boa respiração, é a falta de chuva, a poeira excessiva e as queimadas. Primavera do Leste não fica atrás da realidade nacional, pois o período da seca chega em média há durar três meses, e neste período as doenças respiratórias se agravam, principalmente nas crianças e idosos.

Neste último final de semana o vereador Luis Costa (PR) esteve nos Bairros Poncho Verde e São Cristovão, acompanhando a situação dos terrenos baldios que estão com muito mato seco.

“Esta época do ano, que o clima fica mais seco, tem que cuidar mais da saúde com prevenções, como por exemplo, realizar a roçada de alguns terrenos baldios espalhados pela cidade para evitar que pegue fogo. Estarei solicitando a secretaria de obras o serviço de roçada e limpeza dos terrenos principalmente nestes bairros com pontos mais críticos, porque se houver a queimada o fogo pode se espalhar rapidamente e atingir as residências da comunidade”. Explica o vereador Luis Costa.

Na sessão ordinária de segunda – feira (24), o legislador junto com o colega vereador Valmislei Alves dos Santos, falaram sobre as reclamações dos moradores do Bairro Guterres e região em relação à poeira.

“Este é outro problema que se agrava nesta época do ano, e a população não tem aguentando tanta poeira. Alguns bairros da cidade como o Guterres e região, são mais atingidos porque ainda existem algumas ruas sem asfalto, como exemplo, a rua próxima ao aeroporto que é um dos principais acessos aos bairros. Como o colega Valmislei disse, o executivo precisa colocar alguns caminhões pipas para molhar as ruas, porque se existe água para molhar as gramas, como não molhar as ruas de chão. Eu peço atenção da prefeitura em relação a esta situação que os moradores estão passando com tanta poeira, porque se não fazermos nada, as pessoas irão ficar doentes e sempre digo aqui, que a nossa prioridade tem que ser a saúde do cidadão”. Finaliza Luis Costa.