Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Policial aposentado é morto com tiro na cabeça


O policial aposentado José Serafim Barbosa Reis, de 51 anos, foi morto com dois tiros na noite deste domingo (28) em frente a sua residência no bairro Tancredo Neves em Rondonópolis.

De acordo com os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi acionada via Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Mato Grosso (Ciosp) com a informação que uma pessoa tinha sido baleada por dois ocupantes de uma motocicleta Honda CB 300cc de cor prata.

Quando chegaram no local, os policiais constataram que a vítima foi atingida por um disparo na cabeça e outro na virilha. A guarnição de Polícia isolou a área, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e confirmou a morte de José Serafim.

A PM realizou rondas na região com o intuito de localizar os suspeitos, mas não foi possível encontrar ninguém.

A Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local do crime para realizar o trabalho de investigação do caso.

Diante dos fatos, um registro da ocorrência foi confeccionado na 1ª Delegacia de Polícia (1ªDP).

Estas informações constam no Boletim de Ocorrência (BO) de número: 2018.32174.

Fonte: Agora MT


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Rosa Weber toma posse na presidência do TSE


A ministra Rosa Weber toma posse hoje (14), às 20h, no cargo de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em sessão solene no plenário da Corte. A solenidade será transmitida ao vivo pela TV Justiça e pelo canal do TSE no YouTube.

Rosa Weber será a segunda mulher a presidir o TSE em mais de 70 anos de criação do tribunal. A primeira foi Cármen Lúcia, em 2012. O primeiro desafio da ministra será a organização das eleições de outubro, que serão realizadas no dia 7.

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, durante a segunda e última audiência pública sobre descriminalização do aborto.
A ministra do STF Rosa Weber (Marcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil)

Rosa Weber, que é ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), já ocupa a vice-presidência do tribunal e vai suceder a Luiz Fux, que concluiu período máximo de dois anos no cargo. O mandato irá até agosto de 2020.

Na mesma sessão, serão empossados os ministros Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF),  e Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça. Barroso assume como vice-presidente do TSE e Mussi será corregedor-geral da Justiça Eleitoral.

O TSE é formado por sete ministros, dos quais três são do STF, sendo um o presidente da Corte. Dois ministros são do STJ, um dos quais é o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, e dois juristas que representam os advogados e são nomeados pelo presidente da República.

Nas eleições de outubro, caberá ao tribunal, além de organizar o pleito, deferir os registros de candidatura de candidatos à Presidência da República e todos os recursos que os envolvem.

Histórico

A ministra nasceu em Porto Alegre e fez carreira como magistrada da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul. Antes de ser nomeada para o STF em 2011, Rosa ocupava o cargo de ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), foi juíza do Trabalho no período de 1981 a 1991, integrou o Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS) de 1991 a 2006. Rosa Weber assumiu a presidência do TRT da 4ª Região de 2001 a 2003.

Fonte: Agência Brasil