Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Policial aposentado é morto com tiro na cabeça


O policial aposentado José Serafim Barbosa Reis, de 51 anos, foi morto com dois tiros na noite deste domingo (28) em frente a sua residência no bairro Tancredo Neves em Rondonópolis.

De acordo com os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi acionada via Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Mato Grosso (Ciosp) com a informação que uma pessoa tinha sido baleada por dois ocupantes de uma motocicleta Honda CB 300cc de cor prata.

Quando chegaram no local, os policiais constataram que a vítima foi atingida por um disparo na cabeça e outro na virilha. A guarnição de Polícia isolou a área, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e confirmou a morte de José Serafim.

A PM realizou rondas na região com o intuito de localizar os suspeitos, mas não foi possível encontrar ninguém.

A Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local do crime para realizar o trabalho de investigação do caso.

Diante dos fatos, um registro da ocorrência foi confeccionado na 1ª Delegacia de Polícia (1ªDP).

Estas informações constam no Boletim de Ocorrência (BO) de número: 2018.32174.

Fonte: Agora MT


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

TSE reúne equipes de Bolsonaro e Haddad para discutir fake news


A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, remarcou para hoje (17) reunião com os coordenadores das campanhas dos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

No encontro, previsto para às 19h30, em Brasília, estarão na pauta notícias falsas veiculadas especialmente nas mídias sociais.

TSE faz últimos preparativos para o primeiro turno nas Eleições 2018
TSE sediará reunião hoje para debater notícias falsas      (Arquivo/José Cruz/Agência Brasil)

As notícias falsas (fake news, em inglês) entraram na agenda do TSE desde o início da preparação do processo eleitoral.

O tribunal chamou os partidos a assinarem um acordo contra as notícias falsas, reforçou a equipe que monitora essa prática e agora tenta um pacto entre os dois candidatos para evitar a disseminação de fake news.

Para os ministros do TSE, as notícias falsas podem afetar a credibilidade do pleito.

Haddad chegou a propor um acordo com o adversário para evitar as fake news, mas Bolsonaro recusou, via mídias sociais. Decisões do TSE têm tirado notícias falsas da internet.

Fonte: Agência Brasil