Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Polícia Federal prende quatro em desdobramento a apreensão de 288 kg de droga


A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (31), a ‘Operação Alagados’, um desdobramento da ação conjunta do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e da Polícia Federal (PF), realizada em maio do ano passado, que terminou com a apreensão de 288 kg de cocaína em carroceria de uma caminhonete, na região do Pantanal, em Poconé (104 Km de Cuiabá).

No total, foram cumpridos quatro mandados de prisão e a mesma quantidade de buscas e apreensões.

As prisões dos acusados foram realizadas em Cuiabá (2), Nossa Senhora do Livramento e Poconé. Esta última em uma fazenda da região.

Apreensão no ano passado

Uma ação conjunta do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e da Polícia Federal (PF), apreendeu 288 quilos de substância análoga à pasta base de cocaína, na região do Pantanal, em Poconé (104 Km de Cuiabá). A droga estava escondida na carroceria de uma caminhonete abandonada na estrada. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Os policiais realizavam patrulhamento na região quando avistaram um veículo e sinalizaram para que ele parasse, mas o condutor acelerou e fugiu. Nesse momento, foram realizados bloqueios na região para localizar a caminhonete, que foi encontrada abandonada. A droga estava na carroceria, separada em tabletes. Os ocupantes do veículo fugiram pela região de mata.

Antes, uma operação conjunta do Gefron com a Polícia Federal de São Paulo apreendeu mais de 973 quilos de substância análoga à cocaína. A droga saiu da Bolívia em uma aeronave com destino ao município de Biritiba-Mirim, interior de São Paulo.

Com a troca de informações entre as polícias dos dois estados, parte da droga foi encontrada em uma caminhonete em uma propriedade rural e outra parte estava enterrada. Três pessoas, entre eles, o piloto da aeronave, foram presos.

Olhar Direto

COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Covid-19: Brasil tem mais de 200 milhões de doses de vacinas aplicadas


Vaincação contra covid – Vacina Astrazeneca – Centro de Saúde n°13, 23/07/2021 Fotos: Myke Sena/MS

O Brasil ultrapassou a marca de 200 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas, informou o Ministério da Saúde. Até agora, são 134 milhões de pessoas com a primeira dose e mais 66,5 milhões com a imunização completa.

Estudos recentes mostram que as vacinas reduzem significativamente o risco de morte, de internações e de infecções causadas pelo vírus. No entanto, a vacina não evita completamente que a pessoa se contagie nem que leve o vírus para outras pessoas.

Segundo a pasta, mesmo com a vacina, os cuidados individuais, como o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social, são importantes para evitar o contágio.

O Brasil registra, no total, 20.877.864 casos notificados de covid-19 desde o início da pandemia e 583.362 mortes. Os dados foram divulgados neste sábado (4) pelo Ministério da Saúde, com base em informações disponibilizadas pelas secretarias estaduais de Saúde.

O número de pessoas recuperadas da doença chegou a 19.838.912 (95%). De acordo com o balanço, há 455.590 casos em acompanhamento e 3.475 óbitos em investigação.

Por Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil – São Paulo


HOME / NOTÍCIAS

política

Vereadores de Primavera do Leste terão novamente a oportunidade de fazer justiça em votar pela abertura de CP


Foi protocolado novamente por um cidadão a solicitação de abertura de uma Comissão Processante para investigar as empresas ligadas a família do vereador Elton baraldi (MDB), em ser favorecido nos processos de licitação na Prefeitura de Primavera do Leste.
Os vereadores terão a oportunidade de fazer justiça e votar favorável pela abertura da CP. Houve já uma solicitação anterior, porém no dia em que entrou em pauta, o vereador Elton Baraldi falou que as investigações das empresas ligadas a sua família, foram arquivados e o Ministério Público fez um Termo de Ajustamento de Conduta sobre o caso.
“O que não é verdade pois o que ocorreu foi um TAC com o MP em devolver uma multa de 100 mil porém, as empresas da família do vereador, faturaram nos últimos anos em Primavera do Leste em torno de 4 milhões de reais”. Fala o vereador Luis Costa.
Após o cidadão ter conhecimento do TAC que segundo o mesmo, não era o arquivamento da ação, sendo assim, propôs o pedido com esse fato novo, pois acredita que anteriormente os vereadores teriam sido induzidos ao erro.
Agora o documento precisa que o presidente da Câmara receba e envie para o Dr. Luiz Carlos Rezende, para realizar o parecer jurídico e assim votar em plenário. É importante lembrar que a lei orgânica do município proibi que vereadores sejam contratados, e ficou claro que pelo MP o vereador Nhonho era dono da empresa, porém era operada em nomes de laranjas.