Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

A Palavra - Opinião

OS MALES DA INGRATIDÃO


“O coração ingrato assemelha-se ao deserto que sorve com avidez a água do céu e não produz coisa alguma.”Muslah-Al-Din Saadi

Existe um ditado que diz: quanto mais agradecermos mais coisas boas recebemos, e é assim mesmo que nossos desejos se materializam, é um exercício diário de autossugestão para que os sentimentos bons ocupem a mente de forma que você se sinta grato até pelos desafios que precisou superar, afinal de contas eles também trarão importantes aprendizados que não surgem em dias de festa.
Saber disso é fácil, colocar em prática é mais desafiador, porque os sentimentos são tão poderosos nas nossas vidas que podem direcionar nossas atitudes para onde racionalmente sabemos que não queremos ir. Um bom exemplo para ilustrar é quando a pessoa  não tem certeza de quem eu é, do que merece ou é capaz de realizar. Com um cenário assim  a sensação mais comum que surge é de inferioridade e, portanto, a postura de vítima das circunstâncias.
A ideia fixa de que o mundo todo conspira contra e nada pode ser considerado bom o suficiente para se sentir grato, no vitimismo não há espaço para isso jamais!
Por outro lado a autossuficiência e o narcisismo pode se tornar uma bomba relógio tão poderosa capaz destruir os relacionamentos e empurrar a gratidão para baixo do primeiro tapete que aparecer. A pessoa passa a agir com prepotência, arrogância e vaidade extrema a ponto de sequer aceitar ajuda mesmo quando for necessário, ela se sente menor e acredita que ser grato é uma forma de sinalizar fragilidade e inferioridade
“Em sua mochila procure não levar a vaidade, o orgulho, o ego e a arrogância, porque são pesos desnecessários que afetam a coluna de sua vida.”
Trazer mágoa e ressentimento no coração pode ser a forma mais dura de ingratidão porque a pessoa toma diariamente doses de um veneno esperando que o outro morra. Seus ódio é destilado contra a própria existência, outras pessoas e  Deus que, por qualquer motivo já o prejudicou na vida, e a única imagem mental que faz é de que o mundo sim te deve favores, falta total de autorresponsabilidade.
Quando a Inveja e comparação for a régua utilizada para validar as próprias conquistas, o parâmetro nunca será compatível, a felicidade estampada na vida de outras pessoas, como é o caso das postagens de redes sociais, onde a insatisfação entre os invejosos atinge níveis mais altíssimos. Ninguém é feliz desejando viver a vida do outro, e medir o seu pior momento com o pódio de outra pessoa é no mínimo infantilidade, sabemos bem que na vida real não temos à disposição o filtro do felizes para sempre.
A ingratidão causa uma profunda dificuldade de demonstrar afeto. Um coração grato é mais feliz e encontra respostas ao invés de acumular dilemas.
Mesmo nas pequenas coisas podemos  sentir o favor de Deus sobre as nossas vidas e a melhor forma de medir os níveis de gratidão ou a falta deles em nós exercitar seu motivos, eu te convido a parar o que estiver fazendo e escrever seus 10 motivos de gratidão de hoje e o nome das 2 pessoas que mais te ajudaram na vida!
Entre para o grupo das pessoas que tem sucesso na vida, seja grato com atos, palavras e ações e coloque em prática toda a teoria descrita aqui, foque no que é bom, agradável e que não denigre a imagem de ninguém. Acredite sempre que o universo conspira a favor de quem não conspira contra ninguém e segue a paz com todos!
“A gratidão dá sentido para o que passou, traz paz para o agora e cria uma visão sobre o amanhã.” Melody Beattie

Luciene Afonso
Master Coach – Febracis
Jornalista
Palestrante
Analista Corporal e Comportamental

COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

Risco de pegar covid-19 em Primavera é 45% maior que em Cuiabá


Apesar do maior número de casos, o risco de pegar covid-19 em Primavera do Leste (231 km ao Sul da Capital) e 45% maior que em Cuiabá. O GD analisou os dados do boletim de 1º de junho, comparando os casos confirmados nos 15 maiores municípios de Mato Grosso.

Fazem parte dessa análise Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Tangará da Serra, Cáceres, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Barra do Garças, Primavera do Leste, Alta Floresta, Pontes e Lacerda, Nova Mutum, Campo Verde e Juína.

Enquanto na Capital ocorre um caso a cada 770,4 habitantes, em Primavera do Leste acontece um caso a cada 530 moradores. Para se ter uma ideia, Primavera do Leste é o 10º maior município do estado, com uma população de 62.019 moradores, seguindo estimativa do IBGE para 2019.

Em terceiro lugar no ranking de maior taxa de incidência do novo coronavírus está Barra do Garças (509 km a leste), com um diagnóstico positivo para cada 774,7 habitantes. A cidade é a nona mais populosa do estado, com 56.560 moradores.

Logo em seguida vem Lucas do Rio Verde (354 km ao norte), com um caso a cada 862,2 habitantes. O município é o oitavo com maior população em Mato Grosso, que segundo o IBGE é de 65.534 moradores.

Sem contar as mortes ocorridas por covid-19, apenas na comparação da chance de se pegar a doença, o risco de transmissão do novo coronavírus é muito maior em Primavera do Leste, Barra do Garças, Lucas do Rio Verde e Tangará da Serra (1 a cada 918,1 habitantes) do que em Várzea Grande, que está na região metropolitana e tem um caso a cada 1.108 moradores.

Em Mato Grosso, a taxa de incidência da covid-19 era de um caso a cada 1.321 habitantes. No primeiro de dia de junho havia 2.636 diagnósticos positivos, para uma população de 3,4 milhões de habitantes.

Fonte: Gazeta Digital