Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

Nova composição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Primavera do Leste afirma que trabalhará com a independência dos poderes


Da Redação

Na última sessão ordinária do ano de 2018, foi realizada a eleição da mesa diretora para o biênio 2019-2020. A composição da nova mesa elegeu o vereador Paulo Márcio Castro e Silva (DEM) para Presidente, a vereadora Carmen Betti Borges (PSC), para Vice-Presidente, o vereador Luis Costa (PR), para 2º Vice-Presidente, o vereador Wellis Marcos (Kinha Juriti – PV), para 1º Secretário, o vereador Juarez Barbosa (PDT), para 2º Secretário e a vereadora Iva Viana (PDT), para 3º Secretária. Com as nomeações distribuídas, os vereadores que compõem as novas funções na administração da Casa de Leis, tem como proposta trabalhar com a independência do poder. De acordo com os vereadores da nova mesa diretora, a Câmara não será oposição ao executivo, pois os objetivos que uniram os legisladores a formarem a mesa, é a renovação e os ajustes necessários ao regimento interno, a melhoria na infraestrutura da casa, bem como, o desenvolvimento de projetos e serviços já existentes e novos para atender melhor o cidadão e assim, trabalhar ainda mais por uma cidade desenvolvida, que dê ainda mais condições e garantia de direitos aos Primaverenses.

O Presidente da Mesa Diretora, vereador Paulo Márcio, afirma que todas as decisões desta nova conjuntura será discutida em comunhão com os demais colegas. “Nosso objetivo de trabalho é melhorar a infraestrutura e os projetos dentro da casa de leis, fazendo com que toda a população seja beneficiada com essa melhoria. Cada cidadão pode visualizar e acompanhar uma Câmara que irá buscar sempre o coletivo, consequentemente quem ganha é o cidadão, pois iremos tomar decisões no sentido de crescimento de nossa cidade, na qual, as melhorias serão voltadas aos munícipes. Independente de cada legislador ter um posicionamento frente a política, a união desta mesa e de todos os vereadores desta Casa de Leis, não será de oposição ao executivo, e sim ao crescimento de Primavera do Leste”.

Nesta perspectiva de transformação e mudança, a vereadora que está como Vice-Presidente da Mesa Diretora, Carmem Betti, já adianta que alguns projetos já estão sendo discutidos. “Este é o meu segundo mandato como vereadora e é a primeira vez que faço parte de uma mesa diretora, e a expectativa é de fazer um mandato diferente, em relação aos anteriores, pois buscamos autonomia da instituição como órgão independente, com a união dos vereadores, o resultado será mais trabalho e transparência. Alguns dos projetos que já adianto, em que, iremos em conjunto fomentar nestes dois anos é a aproximação ainda mais com o cidadão, por meio de oferta de serviços que serão prestados a comunidade na própria instituição, também a construção ou ampliação do instituto memória, proporcionando acessibilidade aos portadores de necessidade especial. Iremos fortalecer os trabalhos na sala da mulher, como também intensificar o projeto Câmara Itinerante nos bairros da cidade, e trabalhar com muita união entre os poderes para que assim tenhamos o melhor para Primavera do Leste”.

O lesgilador Luis Costa que ocupa o cargo de 1º Vice-Presidente, afirma que a nova composição da mesa diretora se deu de forma independente, sem interferência política, e de pessoas que são ligadas a grupos políticos. “Tentaram influenciar na decisão e escolha da mesa, mas conseguimos com perspicácia nos unir e defender uma composição coerente, e sem acordos políticos. Essa composição não é oposição ao prefeito, é uma composição que busca a independência do poder e desta forma a sociedade será melhor representada. Alguns integrantes da nova mesa diretora já esteve em Brasília na semana passada em reunião com representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e também na Associação Brasileira de Câmara Municipais (ABRACAM), com o objetivo de dialogo com o jurídico das instituições para que o Regimento Interno da Câmara Municipal de Primavera do Leste seja adequado, reajustando assim conforme a Lei Orgânica do município para que não haja brechas e assim, os vereadores possam ser protegidos conforme as prerrogativas existentes, no intuito de trabalharem com mais independência, possibilitando ainda a realização de um trabalho justo, coerente, e honesto ao nosso povo. Independente de quem votou na nova mesa diretora, quero dizer que todos os vereadores são importantes e tem sua representatividade na sociedade, sendo assim, temos que se voltar para o melhor a nossa cidade, trabalhando juntos com o executivo, mas sempre pensando no bem estar de nossa comunidade”.

Quinha Juriti, é o novo 1º Secretário da Mesa Diretora e disse que esta nova composição proporcionará muitos projetos positivos a nossa cidade. “Eu acredito em um retorno positivo desta nova composição aos Primaverenses, lutando pelo bem comum. O legislativo tem que ser um poder independente dos outros, sendo eles, o executivo e o judiciário, deste modo, ressalto que a independência não quer dizer oposição e sim a proposta de desenvolver projetos que resultam em ações permanentes que ajudará nossa cidade. Continuaremos a cobrar o executivo, como também fiscalizando, porque o vereador tem esse papel. Temos pessoas humildes que estão nesta Casa de Leis e nesta nova mesa diretora, e eu acredito que o presidente vai olhar mais para dentro da câmara organizando o que for necessário, com infraestrutura e projetos. Eu continuarei trabalhando ao lado do prefeito, ajudando Primavera do Leste, e se algo estiver errado, irei cobrar, mas jamais impossibilitaremos o andamento da gestão, pois sei que os vereadores hoje que estão na mesa irão com conduta e transparência ajudar ainda mais na gestão pública de nosso município”.

O vereador Juarez Barbosa que está como 2º Secretário, quer dar continuidade a projetos já existentes na Casa e com a parceria dos colegas afirma que novos projetos serão inseridos nestes próximos dois anos. “Vamos deixar a Casa de Leis organizada, internamente e externamente, pois trabalharemos em conjunto. Precisamos criar mecanismos junto ao executivo para melhorar a saúde, a educação a infraestrutura, também investimentos a agricultura familiar, como tantas outras pastas. Aproveito para falar da agricultura familiar pois tem sido uma frente de trabalho para mim, e que em minhas visitas tenho visto o quanto ainda os pequenos produtores precisam de investimentos. Internamente precisamos mudar a infraestrutura do Instituto Memória, pois é um dos únicos locais da cidade que nos permite reviver nossa história e acredito que juntos, fortaleceremos estes e outros projetos”.

Como 3º Secretária a vereadora Iva Viana menciona que mudanças precisam ocorrer para que haja melhorias. “Minha expectativa com a nova mesa diretora é que todos trabalhem em comum acordo, pois quanto há união, existe força e as decisões são tomadas de forma corretas, sempre pensando no melhor para a Casa de Leis e para os cidadãos. Espero que neste percurso haja seriedade e harmonia e que todos os vereadores sejam ouvidos e que as ações que iremos desenvolver possam garantir os direitos dos primaverenses, pois acreditamos que nossa cidade precisa continuar desenvolvendo. Desejo a todas famílias de nossa cidade um feliz ano novo, e que a paz, a alegria e o amor reine em nossa sociedade”.


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Michel Temer é preso por força-tarefa da Lava Jato; Moreira Franco é procurado


A Força-tarefa da Lava Jato prendeu Michel Temer, ex-presidente da República, na manhã desta quinta-feira (21). Os agentes também tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia. Os mandados foram

expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

De acordo com o G1, a Polícia Federal (PF) tentava rastrear e confirmar a localização de Temer desde quarta-feira (20), sem obter sucesso. Por este motivo, a operação prevista para as primeiras horas desta quinta-feira atrasou.

A prisão de Temer tem como base a delação de Lucio Funaro. No ano passado, Funaro entregou à Procuradoria-Geral da República informações complementares do seu acordo de colaboração premiada. Entre os documentos apresentados estão planilhas que, segundo o delator, revelam o caminho de parte dos R$ 10 milhões repassados pela Odebrecht ao MDB na campanha de 2014.

A delação de Lúcio Funaro, operador do PMDB, feita em setembro de 2017 e homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), serviu como base para a força-tarefa da Lava Jato. A colaboração de Funaro detalha como funcionava o esquema de corrupção no Congresso, chefiado por nomes fortes do PMDB – entre eles, Henrique Alves, Geddel Vieira Lima, Moreira Franco, Eduardo Cunha e Tadeu Filippeli.

De acordo com o jornal O Globo, investigadores cruzaram informações e documentos fornecidos por Funaro com planilhas entregues à Justiça pelos doleiros Vinícius Claret, o Juca Bala, e Claudio Barbosa, o Toni. Eles são apontados como responsáveis por mandar valores para o exterior para políticos e empresários, inclusive Altair Alves Pinto, apontado como operador de Eduardo Cunha. Altair era conhecido como “o homem da mala” e repassava dinheiro para Cunha e para o ex-presidente Michel Temer.

Em breve, mais informações.

Istoé 


HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Provas do Enem serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro


As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, segundo cronograma divulgado na tarde de hoje (27) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Pelo calendário, as inscrições estarão abertas de 6 a 17 de maio.

Entre 1º e 10 de abril os estudantes poderão pedir isenção da taxa de inscrição. Nesse mesmo período, o Inep vai receber as justificativas dos que faltaram às provas em 2018. O edital do Enem, conforme o instituto, será publicado no próximo mês.

No ano passado, 5,5 milhões de pessoas se inscreveram para fazer o Enem, mas 4,1 milhões compareceram aos dois dias de provas. Nos dois domingos de exame, os estudantes precisam desenvolver conhecimentos de linguagens, incluindo redação, ciências humanas, ciências da natureza e matemática.

Os resultados do Enem podem ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para obter financiamento do curso pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Em 2019 o Sisu ofereceu 235,4 mil vagas, distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país. Além de universidades brasileiras, os estudantes podem se inscrever em 37 instituições portuguesas que têm convênio com o Inep.

Enem

 

Fonte: Agência Brasil