Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Laxante não ajuda a emagrecer; entenda


Uma “moda” perigosa: tomar laxante para perder peso. Ela ganhou força principalmente porque é um medicamento barato. Entretanto, o preço para a saúde pode ser alto. “Com o uso crônico dos laxantes e aumentando cada vez mais as doses, você vai ter um desgaste dos nervos intestinais, que leva à constipação”, explica o médico da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva José Romanholi Neto.

O uso crônico de laxante quando mal indicado atrapalha a absorção de micronutrientes. Não porque eles vão embora com a água, mas porque a irritação na mucosa do intestino causada pelos laxantes prejudica o trabalho de absorção que algumas células do intestino fazem, especialmente de micronutrientes.

O cirurgião do aparelho digestivo e consultor do Bem Estar Fábio Atuí explica que quando a pessoa não tem problema para fazer cocô, mas usa o laxante de forma crônica para emagrecer, além de não perder peso, pode mudar os hábitos intestinais e a microbiota.

Separamos algumas dicas para melhorar o trânsito intestinal antes de partir para o laxante:

  • Tomar bastante água
  • Comer fibras
  • Fazer atividade física
Cuidados na hora de tomar chá

Cuidados na hora de tomar chá

Riscos do laxante sem indicação

A Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva diz que o uso inadequado pode criar uma dependência. O intestino fica tão viciado que perde os movimentos naturais. Aí a pessoa tem que tomar mais laxante para o intestino funcionar.

Quem toma laxante para emagrecer acha que vai eliminar gordura e, com isso, perder peso. Contudo, não é isso que acontece. Esse foi o pensamento da auxiliar contábil Larissa Basílio Tieni.

“Eu queria emagrecer dez quilos e por indicação das amigas e colegas de trabalho, comecei a tomar laxante. Tomei durante um mês um tipo de laxante e outro eu tomava esporadicamente, quando queria dar uma secada rápida. Não consegui emagrecer nada”, conta.

O médico José Romanholi explica o motivo. “A pessoa tem aquela sensação de estar desinchando, mas na verdade ela não está perdendo gordura. Ela está perdendo líquido. Depois, quando ela volta a se reidratar novamente, ela volta para o peso. O laxante é indicado para quem tem o intestino preso e não por um período crônico. Você tem que usar de forma gradual e por orientação médica”.

A Larissa sentiu os efeitos do laxante no corpo. “Logo no primeiro dia tive náusea, dor de cabeça, muita cólica. Estava sem controle fisiológica. Não conseguia segurar a vontade de ir ao banheiro”.

Depois do susto, ela parou de tomar laxante e decidiu emagrecer com saúde, aliando boa alimentação e exercício físico.

Fonte: Bem Estar/Globo


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Neri Geller, deputado federal eleito, deixa a prisão depois de HC concedido pelo STJ


Neri Geller (PP) solto na segunda-feira (12) — Foto: TVCA/Reprodução

Neri Geller (PP) solto na segunda-feira (12) — Foto: TVCA/Reprodução

O deputado eleito, Neri Geller (PP) foi solto no início da noite desta segunda-feira (12), após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatar o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do e ex-ministro da Agricultura Pecuária e Abastecimento no domingo (11). Geller estava preso desde a última sexta-feira (9), em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Ao ser solto, o ex-ministro concedeu entrevista à equipe de reportagem da TV Centro América. Ele negou as acusões e disse que não é indiciado, apenas teve o nome citado em uma delação.

“Não fui chamado para depor em nenhum momento das investigações e vou me inteirar das acusações e depois vou manifestar junto à imprensa”, disse.

O deputado eleito disse ainda que algumas pessoas que estão sendo acusadas de corrupção foram desafetos políticos dele durante o tempo em que foi ministro.

As investigações foram baseadas na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB. Foram presos na ação Antônio Andrade (também ex-ministro da Agricultura), Rodrigo Figueiredo (ex-secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, que já conseguiu liberdade), o empresário Joesley Batista e mais 13.

Ex-ministro diz que nunca foi chamado para depor — Foto: TVCA/Reprodução

Ex-ministro diz que nunca foi chamado para depor — Foto: TVCA/Reprodução

A prisão

O ex-ministro foi preso durante a Operação Capitu, por suposto envolvimento em um esquema de corrupção no Ministério da Agricultura entre 2013 e 2014 e é um desdobramento da Lava Jato.

Neri Geller estava hospedado em um hotel de Rondonópolis porque participaria de um evento agropecuário. Por volta de 6h, três agentes da Polícia Federal (PF) chegaram ao local em carro descaracterizado e o levaram em cumprimento a um mandado de prisão temporária.

Após a prisão, Geller foi levado para a delegacia da PF e, posteriormente, encaminhado para a Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, a Mata Grande, por não ter nível superior.

Fonte: G1 Mato Grosso