Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

JAYME DEFENDE REPRESENTAÇÕES LOCAIS PARA GOVERNO ATENDER DEMANDA DOS MUNICÍPIOS


CANDIDATOS DA COLIGAÇÃO PRÁ MUDAR MATO GROSSO PERCORRERAM 710 KM ENTRE CUIABÁ, RONDONÓPOLIS, PEDRA PRETA, JUSCIMEIRA, SÃO PEDRO DA CIPA, JACIARA, DOM AQUINO E CAMPO VERDE ATÉ RETORNAR A CAPITAL.

Com dimensões territoriais maiores que em muitos países da Europa, Mato Grosso vai necessitar de representações regionais que consigam contemplar as ações de uma administração governamental levando em consideração as peculiaridades de cada uma das diversas regiões.

Este foi um dos compromissos que o candidato ao Senado pela Coligação Prá Mudar Mato Grosso, Jayme Campos formalizou a quem chamou de futuro governador do Estado, Mauro Mendes.

Eles percorreram nesta quinta e sexta-feira, os municípios de Rondonópolis, Pedra Preta, Juscimeira, São Pedro da Cipa, Jaciara, Dom Aquino e Campo Verde.

Na oportunidade, Percival Muniz que já havia declarado apoio à candidatura de Jayme Campos e 18 dos 21 vereadores de Rondonópolis, maior município da Região Sul de Mato Grosso, declararam apoio à candidatura de Mauro Mendes ao Governo de Mato Grosso.

“Temos que olhar de forma diferenciada, pois enquanto temos um município com uma prosperidade elevada, mas que mesmo assim necessita do suporte do Governo do Estado, como é o caso de Rondonópolis, temos outros municípios que precisam de atenção especial e mais investimentos para elevar a qualidade de vida com serviços essenciais de saúde, educação, segurança, social e principalmente obras que permitam o desenvolvimento local”, disse Jayme Campos cobrando a definição de um estrutura que contemple as cidades com serviços públicos de qualidade, por parte do Governo do Estado.

O candidato a senador assinalou que Mauro Mendes tem chances de realizar um grande governo se ouvir a experiência de políticos como Percival Muniz entre outros, pois todos estão prontos para ajudar o Estado e contribuir com uma gestão que seja realmente voltada para atender a população.

Jayme Campos avaliou que caberá ao futuro governador Mauro Mendes, com a ajuda de todos os demais eleitos, inclusive ele, definir políticas de atuação voltadas para contemplar a população, priorizando aquelas com mais necessidade de ver suas prioridades atendidas pelo Governo do Estado.

“Volto a insistir. Até agora Mato Grosso já arrecadou mais de R$ 17 bilhões brutos pagos através dos impostos recolhidos pela população, o que representa dizer que até o final do ano, deverá superar os R$ 25 bilhões, recursos que se corretamente aplicados poderiam solucionar muitos dos problemas hoje enfrentados na quase totalidade dos 141 municípios”, pontuou o candidato a senador pelo DEM.

Jayme Campos que já foi governador de Mato Grosso, senador da República e prefeito de Várzea Grande sinalizou que a demanda é grande pelas políticas públicas, mas a receita do Governo do Estado vem seguidamente crescendo, ou seja, dá para resolver muitos problemas, como a gravidade do setor de saúde, a questão da segurança pública, o setor educacional e de políticas sociais onde estão os principais problemas de Mato Grosso.

Assessoria 


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

Mulheres levam 200 kg de droga em porta-malas de carro e são presas


Foram detidas: Simone dos Santos e Vanessa de Oliveira. Uma delas dirigia o veículo onde a droga era levada. A outra agia como batedora na rodovia, avisando sobre barreiras policiais em outro carro.

Duas mulheres foram presas na BR-364 em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, com pouco mais de 200 kg de maconha, na madrugada deste sábado (19). O entorpecente, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) era transportado dentro de bolsas no porta-malas de um carro de passeio.

As prisões ocorreram durante fiscalização de rotina. Foram detidas: Simone dos Santos e Vanessa de Oliveira. O G1 não conseguiu localizar a defesa delas.

Uma delas dirigia o veículo onde a droga era levada e foi abordada. Durante buscas, a droga foi encontrada pelos policiais.

A outra agia como batedora na rodovia, avisando sobre barreiras policiais e foi denunciada pela comparsa.

Um dos carros usados por elas tem placa de Minas Gerais e é alugado. Aos policiais, as presas afirmaram que a droga seria entregue em Várzea Grande.

As duas foram levadas para a Central de Flagrantes e devem ficar à disposição da Justiça.

G1 / MT