Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Região

Inscrições para curso superior da MT Escola de Teatro terminam nesta 5ª


Aulas serão ministradas no Cine Teatro Cuiabá — Foto: Junior Silgueiro/GComMT

Aulas serão ministradas no Cine Teatro Cuiabá — Foto: Junior Silgueiro/GComMT

O prazo para as inscrições para o processo seletivo do curso superior de tecnologia em teatro termina no dia 10 de janeiro. A MT Escola de Teatro é um polo de formação da gestão do Cine Teatro Cuiabá, em parceria firmada entre Secretaria de Estado de Cultura, Universidade do Estado de Mato Grosso, Cena Onze e Associação dos Artistas Amigos da Praça.

Com aulas gratuitas e duração de 2 anos, esse é o primeiro curso superior de Artes Cênicas de Mato Grosso.

Ao todo, são oferecidas 50 vagas na modalidade presencial, com ênfase nas áreas de atuação, cenografia e figurino, direção, dramaturgia, iluminação, sonoplastia e produção cultural. As inscrições são gratuitas, e os interessados devem se inscrever exclusivamente pelo site www.unemat.br/vestibular.

Após a conclusão de quatro módulos de ensino (quatro semestres), o estudante recebe a formação de tecnólogo. As aulas acontecem no Cine Teatro Cuiabá, aos sábados e domingos, das 9h às 18h, podendo também haver atividades pedagógicas durante a semana.

Podem concorrer às vagas candidatos de todo o Brasil, com ensino médio completo.

O processo seletivo também é aberto a estrangeiros com passaporte e situação legal no país. A instituição destina no mínimo 20% das vagas oferecidas, por área de ênfase, a pessoas autodeclaradas negras ou indígenas.

Calendário

A seleção para o curso superior de tecnologia em teatro é composta por dois momentos. A primeira fase é constituída da avaliação da Carta de Intenção, que deve ser escrita em língua portuguesa de forma objetiva, clara e concisa, conforme modelo disponibilizado no edital de seleção. A carta tem de ser anexada no ato da inscrição, e a ela será atribuída uma nota de 0 a 10. O resultado desta fase será divulgado no dia 21 de janeiro.

As pessoas aprovadas na primeira etapa serão convocadas para a segunda fase de avaliação, que consiste em uma entrevista presencial para avaliar o potencial do candidato à área escolhida. Os dias, horários e local de cada entrevista serão divulgados no dia 7 de fevereiro.


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereador Luis Costa solicita ao executivo a roçada de mato seco em terrenos baldios e caminhões pipas para molharem as ruas de chão


Da Redação

O clima seco é um dos vilões da boa respiração, é a falta de chuva, a poeira excessiva e as queimadas. Primavera do Leste não fica atrás da realidade nacional, pois o período da seca chega em média há durar três meses, e neste período as doenças respiratórias se agravam, principalmente nas crianças e idosos.

Neste último final de semana o vereador Luis Costa (PR) esteve nos Bairros Poncho Verde e São Cristovão, acompanhando a situação dos terrenos baldios que estão com muito mato seco.

“Esta época do ano, que o clima fica mais seco, tem que cuidar mais da saúde com prevenções, como por exemplo, realizar a roçada de alguns terrenos baldios espalhados pela cidade para evitar que pegue fogo. Estarei solicitando a secretaria de obras o serviço de roçada e limpeza dos terrenos principalmente nestes bairros com pontos mais críticos, porque se houver a queimada o fogo pode se espalhar rapidamente e atingir as residências da comunidade”. Explica o vereador Luis Costa.

Na sessão ordinária de segunda – feira (24), o legislador junto com o colega vereador Valmislei Alves dos Santos, falaram sobre as reclamações dos moradores do Bairro Guterres e região em relação à poeira.

“Este é outro problema que se agrava nesta época do ano, e a população não tem aguentando tanta poeira. Alguns bairros da cidade como o Guterres e região, são mais atingidos porque ainda existem algumas ruas sem asfalto, como exemplo, a rua próxima ao aeroporto que é um dos principais acessos aos bairros. Como o colega Valmislei disse, o executivo precisa colocar alguns caminhões pipas para molhar as ruas, porque se existe água para molhar as gramas, como não molhar as ruas de chão. Eu peço atenção da prefeitura em relação a esta situação que os moradores estão passando com tanta poeira, porque se não fazermos nada, as pessoas irão ficar doentes e sempre digo aqui, que a nossa prioridade tem que ser a saúde do cidadão”. Finaliza Luis Costa.