Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Forças de segurança de Barra do Garças e Aragarças prendem suspeitos de queimarem ônibus escolares no município goiano


Num excelente trabalho das Forças de Segurança foram presos na tarde de domingo (10/2) três suspeitos de terem colocado fogo em sete ônibus, um rabecão do IML e uma ambulância da prefeitura de Aragarças-GO na divisa de Mato Grosso. Eles se dizem integrantes da facção criminosa CV (Comando Vermelho).

O incêndio criminoso aconteceu durante a madrugada de domingo e teria sido praticado como uma represália dos criminosos por causa da morte de Jeferson Alves Martins conhecido como ‘Jefin Preto’, de 25 anos em confronto na zona rural de Bom Jardim de Goiás.

Entre os suspeitos detidos está um rapaz conhecido pela alcunha de Sapão que teria admitido o crime de incendiar os veículos. As prisões foram realizadas pelo Grupo Patrulhamento Tático (GPT), Polícia Militar de Goiás, Agência de Inteligência da PM, Polícia Militar de Mato Grosso e Polícia Civil de Aragarças sob comando do delegado Ricardo Galvão.

Segundo informações preliminares tem um mulher também presa no grupo que estaria assumindo a autoria do atentado. Jefim Preto como era conhecido era muito querido no grupo e estaria morando em Goiânia porque estaria recebendo ameaças de grupos rivais.

No passado, Jefim já foi preso por causa de tráfico em Aragarças. No final de 2018 ele voltou a ser detido por causa de ameaças em Pontal do Araguaia.

De acordo com o major Sandro Botelho, na tarde de sábado, Jefim Preto teria sido visto numa atitude suspeita na zona rural e quando foi abordado teria atirado na direção dos policiais e acertou a viatura na porta. Após isso ele correu para o mato e PMs foram no encalço quando novamente houve troca de tiros e suspeito acabou sendo baleado e morreu ao dar entrada no hospital.

E pelo jeito a morte do rapaz incomodou a facção criminosa que revidou destruindo ônibus. Só que essa destruição prejudicou a população. Sete ônibus foram totalmente queimados causando a suspensão das aulas e caos na cidade. Mais um rabecão foi queimado e uma ambulância. O prefeito José Elias decretou calamidade pública no transporte escolar e força tarefa está vindo de Goiânia para a prefeitura a recuperar a frota.

“Um preço caro que a população vai pagar”, destacou o prefeito José Elias que tomou conhecimento da prisão dos autores e elogiou o papel da polícia. Vale destacar que o prefeito é delegado com mais de vinte anos de atuação na área de Segurança Pública.

O pátio da Secretaria de Obras da prefeitura de Aragarças continua isolado para perícia e aguardando a força tarefa de Goiânia que virá na segunda-feira.

 


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereadores ouvem reivindicações de trabalhadores contra a empresa CityBus


Luis Costa prepara pedido de CPI para investigar a empresa

Da Redação

A comunidade tem reclamado das condições de uso do transporte coletivo de Primavera do Leste, e desde o ano passado o vereador Luis Costa (PR) começou a levantar dados necessários para investigar a situação. Em novembro o legislador acompanhou o trajeto do bairro Primavera 3 até o centro, e viu que a situação não é nada boa, pois existe a super lotação. Diante desta perspectiva e das reclamações que vem chegando ao gabinete do vereador e também a Casa de Leis, Luis Costa sugere que se instaure uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a empresa CityBus.

E no dia de ontem (20), o legislador, juntamente com os colegas Carlos Venâncio (PSD) e Carmem Betti Borges (PSC), participaram da assembléia geral dos trabalhadores da Granja Mantiqueira e na oportunidade, ouviram os trabalhadores de Primavera do Leste e os que moram em Poxoréu, sobre as condições do transporte coletivo. A empresa Granja Mantiqueira fornece apenas o valor do transporte coletivo aos trabalhadores, não tendo assim nenhuma ligação com a empresa CityBus.

“Temos apenas uma empresa de transporte coletivo em nossa cidade que é a CityBus, e sabemos que a cidade talvez não tenha um número expressivo de habitantes que precise para ter uma outra empresa, sendo assim, a empresa que ganhou a licitação tem que cumprir com o contrato e fornecer um serviço de qualidade aos usuários”. Informa o legislador.

Segundo relatos de passageiros do município, os ônibus têm chegado com atraso nos pontos, tem circulado na cidade com super lotação, também alguns não têm as adequações necessárias para transportar passageiros e a empresa não dispõe de uma ouvidoria. Já os passageiros que vem da cidade de Poxoréu para trabalhar em Primavera do Leste, reclamaram do atraso em relação aos horários, já que muitos usuários precisam chegar a seus empregos nos horários.  Ainda alguns motoristas estão rodando em alta velocidade. Outro ponto citado é a falta de estrutura do ônibus que faz essa linha intermunicipal, em que, não possui cinto de segurança, estão super lotados e estragando no meio da estrada com muita freqüência.

“Já solicitei a prefeitura o contrato entre a empresa e o executivo para investigar o cumprimento, também estou juntando todas as reclamações, e irei, com outros colegas vereadores até a Coordenação Municipal de Trânsito e Transportes Urbano (CMTU) da cidade para verificar a situação das vistorias. Ressalto ainda que iremos falar com a Ager, órgão que fiscaliza as linhas intermunicipais para saber quais os padrões para transportar passageiros e iremos exigir os tacógrafos, como forma de acompanhar o bom andamento do serviço prestado”. Conclui Luis Costa.