Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Opinião

E agora José? Grampos comprovam ações orquestradas para difamar vereadores em Primavera


Com A Palavra / Luis Costa

O principal alvo dos difamadores é Luis Costa “Ma moço, nego sem vergonha, tô processando aquele negro lá”

Apelidos pejorativos a Casa de Leis de Primavera do Leste são jogados aos montes nas redes sociais, sempre as mesmas pessoas, com  pretensões de serem candidatos, candidatos derrotados, ex-servidores da Câmara de Vereadores e muitos que gostariam de estar na Casa de Leis trabalhando. Pessoas más resolvidas, com discurso de ódios, jogam os questionamentos como paladinos da moralidade.

Já postei aqui na coluna diversos áudios de ameaças, difamação e ódio ,até questionamento de quem manda publicar ou compartilhar as noticias fakenews.

Com a denúncia de uma possível negociação de cargos envolvendo um ex-servidor e um vereador do município de General Carneiro Magnun, a investigação revela muito mais da possível negociação dos cargos. Com a quebra do sigilo de justiça, os vereadores que haviam solicitado as informações tiveram acesso ao processo e confesso que fiquei surpreso com tamanha sacanagem e politicagem e possível crime eleitoral cometidos por quem mais queria cassação do vereador.

O denunciante não contava com astúcia do promotor em pedir sigilo do processo e colocar grampo nos envolvidos na denúncia.

Com os grampos feitos pelo serviço de inteligência da Policia Civil é possível detectar nas folhas 84 e 85, que Paulo pede para Alessandro insinuar indignação para acelerar o processo contra Miley, e coloca para espalhar nas redes sociais avisando que se promotor não tomar providência a TV Band iria pra cima.

Veja parte da conversa na integra, até com erros nas falas.

Numeral cadastrado em nome de PAULO SOBRINHO CASTANON DOS
SANTOS,   apresentou 661 (seiscentos e sessenta e um) registros de chamadas durante a interceptação, das quais 02 (dois) áudios tiveram trechos transcritos e tem relação com o fato ora investigado
e 01 (um) áudio teve um trecho transcrito entretanto sem relação direta com as investigações.

Alessandro x Paulo – Paulo fala seu novo endereço e  fala que conversou com doutor Sandro para marcar com Juiz, Alessandro fala que tá tendo boato que a polícia vai aparecer, Paulo fala que o promotor ligou pedindo os telefones da mulher do Magnum e Lobato. Paulo fala que passou tudo e que vai conversar com ele para não esquecer. Paulo fala que se a Promotoria esquecer a Band vai encima.

Alessandro – Não, tranquilo, deixa eu ti fala, cê foi lá no coisa co juiz não vê não?

Paulo – Não fui nada Alessandro, não tive tempo cara, mexendo com mudança tem trêis dia.

Alessandro – Ah!

Paulo – Amanhã que eu falei po doto Sandro vê se ele consegue marca pra mim ih lá com ele

Alessandro – A tá.

Paulo – Já falei co dotor Sandro vê se marca pá manhã.

Alessandro – Ahãm, não, tranquilo. Tá tendo buato ai que a polícia vai vim ai, que não sei o que! Cê viu?

Paulo – O promotor mi pidiu, me ligo.

Alessandro – Ahm?

Paulo – Me pidindo o nome da muié do Magnum completo

Alessandro – Ahãm?

No mesmo contexto, o áudio do dia 04/07/2018 às 09:20:35, PAULO conversa

com o interlocutor que chama de “CLAUDIOMAR”, utilizador do terminal telefônico 66.99996.7775 cadastrado em nome de CLAUDEOMAR GOMES DA SILVA, e curiosamente o interlocutor comenta: “(…)Ele grampeo tá, tem gente, os cara tão tudo grampeado!(…)”, após PAULO ter falado sobre o comentário de ALESSANDRO no grupo de whatsapp sobre “venda de vagas de funcionária na Câmara”. E ainda, os interlocutores tecem comentários difamatórios

contra o “Parquet”.

Paulo x Claudiomar – comentam sobre os peixes roubados, Comentam que Luiz Costa fez bo contra Canário, Paulo fala que falou no grupo e que Alessandro mando um áudio que a Câmara de Primavera está vendendo vaga de funcionário na câmara, Claudiomar fala que os denunciados foram grampeados e que o MP estão investigando

Claudiomar – E o, quem é o vereador que o menino tá batendo lá?

Paulo – O Bolo? (Camaro)

Claudiomar – Canário?

Paulo – U, u, u, Luiz Costa.

Claudiomar – Ixi.

Paulo – Tá batendo duido.

Claudiomar – O Luiz fez um bo contra ele?

Paulo – Feiz. Du dia das abóbra, diz que ele quis joga abóbra nele.

Claudiomar – Ma moço, nego sem vergonha, tô processando aquele negro lá.

Paulo – Cê tá?

Claudiomar – Oh!

Paulo – Tem que chega.

Claudiomar – (áudio ruim) dano moral contra ele.

Paulo – Tem que chega o pau nele memo!

Claudiomar – Ehm, e o filha da puta do promotor não devolveu ainda, fala ai e alerta ai, fala só tô esperando o promotor devolve o processo que o bicho vai pegá.

Paulo – Pois é nego aquele promotor tá um covarde né rapaiz!

Claudiomar – Filho da puta!

Paulo – Onti eu mandei um áudio do Alessandro.

Claudiomar – Ahm?

Paulo – Que fala assim no grupo: Ua tô sabendo que Primavera tão vendendo vaga di di funcionária na Câmara!

Claudiomar – Ahm?

Paulo – No grupo e eu pá, mandei po Promotor

Claudiomar – Ahm?

Paulo – Será que a justiça não vai toma providência? Dentro do grupo, eu cupiei e mandei e falei po promotor: douto isso aqui é dentro do grupo.

Claudiomar – Ahm.

Paulo – Essa conversa é do cidadão dentro do grupo.

Claudiomar – Ahm.

Paulo – Querendo sabe sobre aquela denúncia da câmara. Ele visualizo, não respondeu nada.

Claudiomar – Uhmm!

Paulo – É tipo assim, a, a sociedade tá cobrando.

Claudiomar – Ele grampeo tá, tem gente, os cara tão tudo grampeado!

Paulo – É né!

Claudiomar – A informação que eu tenho é essa.

Paulo – Intão.

Claudiomar – Eles tão investigando, ele não paro não, aquilo ali, Ministério Público é igual gravideiz.

Paulo – (áudio ruim)

Claudiomar – Passa a madeira e depois o trem vai crescendo.

Paulo – (risos)

Claudiomar – Quando o nego discunfia ele istora.

Paulo – É verdadi. Ai teve uma muié que mi falo, a Lenira falo agora cedo: não aposta não que ele vai toma sua casa que ele tem dinhero pra compra voto.

Claudiomar – Oia!

Paulo – Eu falei: Dona dona Linira, eu não tenho dinheiro pá compra voto não, eu acredito no trabalho prestado pelo meu deputado dentro de Primavera, é isso que eu acredito! E como eu nasci pá ganha e perde nesse mundo, eu só pronto pa tudo numa apostinha! Mais eu vô fala pa senhora que eu vô perde igual eu perdi po Getúlio contra, do Mateus contra o Erico.

Claudiomar – Ahm.

Paulo – Que eu fiz com a turma de lá aposta, daquele memo tipinho, eu vô perde!

Claudiomar – Ahm!

Paulo – E ela fico doida! Ma o grupo tá pegando fogo agora cedo lá, depois que eu fui nas nove, nove im ponto eu meti o pau no grupo!

Surpreendentemente nas gravações xingam todos sem pudor e humanidade usando termos baixos contra o promotor e contra minha pessoa chamando me de “nego sem vergonha”, pedindo para Camaro falar ou bater muito em mim.

03/07/2018  as 10:12:00  Paulo e Camaro falam entre os assuntos a venda de votos de 60 pessoas se baixasse um imposto de uma casa e churrasco em troca do apoio a um candidato.

Paulo x Canário/Bolo – Fala que se conseguir abaixar o ITBI da casa de um eleitor ele irá conseguir 60 votos para o deputado, que irá fazer até um churrasco.

Paulo – Fala meu irmão!

(Camaro)Bolo – E ai, que que foi o patrão, tô ligando pô patrão, ele não qué fala?

Paulo – Uai, eu tô ligando pá ele desde cedo tamém o telefone dele só chama, chama, e não atendi

(Camaro)Bolo – Tenho uma familia ali o cara, o cara garantiu sessenta voto, ma eu tenho que baxa o TBI das duas casa dele, ele disse que adesiva o carro se baixa o TBI das casa dele lá ele diz que adesivas os carro dele tudinho.

Paulo – Eu mudei pra cidade agora Bolo!

(Camaro)Bolo – Ah?

Paulo – Eu mudei pra cidadi!

(Camaro)Bolo – Ahm?

Paulo – E agora fico mais fácil pra nóis trabalha!

(Camaro)Bolo – Pois é, é.

Paulo – Mais se eu consegui fala com ele.

(Camaro)Bolo – O cara qué marca um reunião, o cara qué marca uma reunião lá, diz que faz até um churrasco lá pá apresenta a família dele, todinha, reuni todo mundo. I ele qué paga o ITBI da casa só que os cara avalio muito alta a casa dele, ele falo que se consegui baxa os ITBI ele diz que paga i TBI e ainda apoia, apoia o deputado.

Paulo – Não, beleza intão!

Ainda no inquérito do Ministério Publico  tem conversas do ex-assessor Jeferson Lobato negociando apoio político para o então candidato Miley sem pedido explícitos de valores em dinheiro.

Todo o processo esta disponível no Ministério Público e também no gabinete dos vereadores que pediram informações, fica claro que a investigação que a princípio seria dos cargos indicados para trabalhar na Câmara de Vereadores, que é um procedimento de praxe, deverá tomar outros rumos com envolvimento direto do grupo do mau, pessoas que a todo custo tentam desqualificar o trabalho da atual legislatura, ataques gratuitos por perseguições políticas voltadas para desestabilizar agora possíveis pré-candidatos principalmente ao cargo de prefeito de Primavera do Leste. Fica claro a intenção de atacar a minha honra a todo custo, em quanto isto continuo trabalhando com seriedade e transparência acreditando que o bem pode sim vencer, agora aguardo o desfecho da justiça para ai sim poder ter um freio a tudo que hoje vem ocorrendo. Há uma pergunta que não quer calar quem é o patrão citado em varias conversas, ou seja, quem paga o grupo do mau?

 

 


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Após agenda positiva em Brasília, vereadores Luis Costa e Juarez Barbosa fortalecem parceria política para Primavera do Leste


Da Redação

Na reta final das definições dos deputados e senadores sobre encaminhamentos das emendas parlamentares, os vereadores do município de Primavera do Leste, Luis Costa (PL) e Juarez Barbosa (PDT), desembarcaram na Capital Federal, para conquistar recursos a mais, antes de encerrar o ano.

A notícia boa é que o Deputado Federal, Neri Geller (PP), que atua como coordenador da bancada de Mato Grosso na Capital Federal, disponibilizou aos vereadores uma emenda no valor de R$500 mil reais para a aquisição de uma máquina Pá Carregadeira. “Eu soube da demanda durante visita, e fiz um ofício solicitando ao nosso representante em Brasília o valor para a compra da máquina. Essa viagem aos gabinetes de nossos deputados e senadores foi muito positiva, pois junto com o vereador Luis Costa, pudemos participar de várias reuniões, e conquistar emendas e ainda discutir e encaminhar assuntos relacionados à saúde de nossa cidade”. Explica o vereador Juarez Barbosa.

Outra agenda positiva foi com o Deputado Federal, José Medeiros (Podemos), em que foi solicitado pelo gabinete do vereador Luis Costa uma emenda para a construção de uma ponte na região do assentamento Vale Verde. “O presidente do assentamento, Uilma, tinha me solicitado apoio para a construção da ponte, e assim falamos com o deputado e ele irá verificar a disponibilidade de R$200 mil reais para essa demanda”. Afirma Luis Costa.

Durante as solicitações de emendas parlamentares, os legisladores participaram de uma agenda no Ministério da Saúde, em que o vereador Luis Costa explicou que o município está sem a vacina penta, que é aplicada em bebês com menos de um ano de vida, e que muitas famílias não tem condições de pagar pela vacina e o que o ministério tem enviado é muito pouco em relação à demanda.

“A Secretaria de Saúde solicitou mais de 2 mil doses, porém só chegou 100 vacinas. Estamos acompanhando as mudanças que o governo federal está realizando em relação aos  laboratórios e industrias farmacêuticas, mas precisamos fazer gestão para o nosso município e sinalizamos na reunião de que é necessário aumentar a quantidade de vacinas que estão recebendo”. Ressalta Luis Costa.

A demanda que tem sido prioridade dos vereadores em visita a Brasília, é a contratação de um novo médico perito para o INSS. Na ocasião Luis Costa e Juarez Faria, conseguiram uma reunião por meio do deputado federal José Medeiros, e com representantes do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional de Seguro Social, a notícia é que em Janeiro o problema será resolvido. No entanto, os vereadores se comprometeram em acompanhar o processo.

A Casa do índio (CASAI) é mais uma demanda que há anos os vereadores têm buscado apoio federal e que recentemente o senador Wellington Fagundes (PR) sinalizou de que a verba para a construção irá sair em breve, porém a possibilidade é que seja construída na região do município de Poxoreú. Para finalizar o Deputado Federal, Nelson Barbudo (PSL), irá disponibilizar uma emenda para o Bairro Cristo Rei, em que será com o dinheiro, construída uma pista de caminhada.

Especialmente para os municípios menores, como Primavera do Leste, pequenos repasses de R$ 150 mil, R$200 mil, podem ser a solução para resolver um problema de educação, saúde ou infraestrutura, por isso, se descolar a Brasília, para encontrar os parlamentares é importante. Muita gente critica, mas na maioria das vezes, os gastos com a viagem são compensados com os valores que vêm. Sem dúvida de que a parceria entre os vereadores do município com os representantes de nosso estado em Brasília, tem se fortalecido a cada dia, a exemplo, são os mais de 4 milhões de emendas conquistadas durante o mandato.