Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Desenvolvimento e Progresso será o pilar da gestão do prefeito eleito em Primavera do Leste, Leonardo Bortolim


Da Redação

Com 69,25% dos votos válidos, Leonardo Bortolin (PMDB) foi eleito a prefeito e Sergio Fava (PR) a vice-prefeito de Primavera do Leste, no último domingo, 19, pela eleição suplementar. Com um perfil arrojado e acelerado, Leo, assim denominado pelo povo, vem trabalhando a todo vapor. “Eu recebi o resultado da eleição com muito carinho, para mim e o Sergio, foi motivo de muita felicidade, surpresa e principalmente por celebrar isso ao lado da população”. Menciona o prefeito Leo.

O funcionamento e planejamento dos trabalhos continuam como anteriormente, quando ainda Leo estava como prefeito interino. Os projetos de desenvolvimento para melhorar ainda mais a cidade, foram traçados junto com uma equipe de profissionais técnicos, apoiadores e fundamentalmente contou com o conhecimento de gestão pública e da atuação política do próprio prefeito.

SAÚDE

Falando de atenção básica, atualmente, as Estratégias da Saúde da Família (ESF), segundo o Ministério da Saúde, deveria atender 4.500 pacientes por unidade, porém esse número chega a torno de 20 mil pessoas no ESF do Primavera III, a demanda também é grande no São José, sendo mais de 10 mil pessoas atendidas no ESF, e pensando em melhorar e desafogar as filas, os atendimentos noturnos que chegou a funcionar nos anos anteriores, voltaram e agora nos dois ESFs, sendo Primavera III e São José, a comunidade já pode procurar o postinho.

O prefeito disse ainda que cinco unidades de ESFs que estavam com as obras paradas,  três deles já tiveram as obras retomadas, e mais uma será nos próximos dias, e que no momento, é necessário aguardar o funcionamento dessas novas unidades, para ver se vai desafogar um pouco os atendimentos e assim avaliar a necessidade de mais ESFs realizarem o atendimento noturno.

Sobre a farmácia popular, Leo informou que já foi aberta no ESF do Primavera III e logo será aberta também no ESF do bairro São José.  Outra novidade é que agora em Dezembro, a comunidade que mora na zona rural, terá um atendimento direcionado no Centro de Especialidades Osvaldo Cruz.

Outra demanda questionada pela população, e o prefeito explicou, foi a falta de medicação, principalmente anestesia, para utilização em procedimentos dentários. “Na parte odontológica, nós assumimos a prefeitura zerada, sem nada, e agora que nós finalizamos o pregão para a compra do material odontológico, em janeiro já estará normalizado”. Pontua Leo.

EDUCAÇÃO

Segundo o prefeito, existem inúmeros projetos em relação à educação de nosso municipal, beneficiando alunos, professores e todos os outros profissionais. A novidade que chega em breve para o município é da implantação da escola militar, que ainda falta acertar alguns detalhes, mas em breve o prefeito Leo e o secretário de educação do estado, Marrofon, irá anunciar.

Em relação às comunidades Nova Poxoréu, Vale Verde e região, Leo disse que a escola que atende a demanda dos estudantes, já está saturada, e que os alunos que não tiverem condições de se matricular, por falta de vagas, poderão se matricular nas escolas da cidade

Em relação ao estudo da ideologia de gênero nas escolas municipais, o prefeito Leo, disse que não irá permitir a disciplina em sala de aula. Já sobre a possibilidade de abrir um cursinho pré-vestibular gratuito para os estudantes que irão prestar a prova do Enem no próximo ano, também foi dito pelo prefeito que essa demanda será avaliada e é uma iniciativa muito interessante e que será definida em breve.

INFRAESTRUTURA

A secretaria de obras tem trabalhado a todo vapor, alguns serviços como a renovação da parte elétrica, em relação à iluminação pública, o desentupimento de bueiros em alguns pontos da cidade, e uma nova capa de pavimentação, também está sendo feita em várias partes da cidade. Sobre a falta de escoamento da água no período chuvoso, a secretaria já esta viabilizando um projeto de planejamento para resolver esse problema.

Outra fala importante do prefeito Leo, é a necessidade da implantação da secretaria de trânsito, porém o gestor deixa claro que neste primeiro momento irá fazer uma avaliação do orçamento municipal, para assim desenvolver um projeto coerente para a implantação da secretaria. “Existem outras reformas administrativas a fazer, e não podemos onerar a folha, como a secretaria de esporte e a secretaria de agricultura então nos vamos avaliar a questão do orçamento”.

Nesta perspectiva de melhoria no trânsito, Leo disse que irá contratar um engenheiro de trânsito, para uma avaliação minuciosa, de possibilidades de resolução da situação do estacionamento no centro da cidade, que segundo o prefeito, será pensado e planejado uma melhor forma de resolver o problema da trafegabilidade do trânsito em Primavera.

CULTURA

Primavera do Leste é destaque pela Secretaria de Cultura, em todo o estado e uma das propostas exposta pelo prefeito é interiorizar as ações de cultura para os bairros.

ESPORTE E LAZER

A novidade é que já em janeiro irá se criar a secretaria de esporte e lazer, e com isso os atletas terão o incentivo financeiro, que será avaliado pelo conselho de esporte, e assim possibilitará mais atletas treinarem e participarem de campeonatos fora da cidade e até do estado.

AGRICULTURA

Também já no inicio do ano, mais uma secretaria será criada, a de agricultura que englobará a agricultura familiar e meio ambiente. Com isso novos projetos e parcerias serão firmados, como por exemplo, as feiras itinerantes que ocorrerão nos bairros da cidade uma vez por semana.

 

 

 

 

 

 

 


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Neri Geller, deputado federal eleito, deixa a prisão depois de HC concedido pelo STJ


Neri Geller (PP) solto na segunda-feira (12) — Foto: TVCA/Reprodução

Neri Geller (PP) solto na segunda-feira (12) — Foto: TVCA/Reprodução

O deputado eleito, Neri Geller (PP) foi solto no início da noite desta segunda-feira (12), após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatar o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do e ex-ministro da Agricultura Pecuária e Abastecimento no domingo (11). Geller estava preso desde a última sexta-feira (9), em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Ao ser solto, o ex-ministro concedeu entrevista à equipe de reportagem da TV Centro América. Ele negou as acusões e disse que não é indiciado, apenas teve o nome citado em uma delação.

“Não fui chamado para depor em nenhum momento das investigações e vou me inteirar das acusações e depois vou manifestar junto à imprensa”, disse.

O deputado eleito disse ainda que algumas pessoas que estão sendo acusadas de corrupção foram desafetos políticos dele durante o tempo em que foi ministro.

As investigações foram baseadas na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB. Foram presos na ação Antônio Andrade (também ex-ministro da Agricultura), Rodrigo Figueiredo (ex-secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, que já conseguiu liberdade), o empresário Joesley Batista e mais 13.

Ex-ministro diz que nunca foi chamado para depor — Foto: TVCA/Reprodução

Ex-ministro diz que nunca foi chamado para depor — Foto: TVCA/Reprodução

A prisão

O ex-ministro foi preso durante a Operação Capitu, por suposto envolvimento em um esquema de corrupção no Ministério da Agricultura entre 2013 e 2014 e é um desdobramento da Lava Jato.

Neri Geller estava hospedado em um hotel de Rondonópolis porque participaria de um evento agropecuário. Por volta de 6h, três agentes da Polícia Federal (PF) chegaram ao local em carro descaracterizado e o levaram em cumprimento a um mandado de prisão temporária.

Após a prisão, Geller foi levado para a delegacia da PF e, posteriormente, encaminhado para a Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, a Mata Grande, por não ter nível superior.

Fonte: G1 Mato Grosso