Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Região

Defensoria pede informações sobre verba da União e vacinas recebidas por Primavera do Leste


A Defensoria Pública de Mato Grosso, por meio do Grupo de Atuação Estratégica em Direitos Coletivos na área da Saúde (Gaedic Saúde), enviou um ofício ao prefeito de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin (MDB), pedindo informações sobre os valores recebidos pelo município da União durante a pandemia, o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a quantidade de vacinadas recebidas e aplicadas até agora.

O pedido foi protocolado nesta terça-feira (30). A prefeitura tem um prazo de cinco dias úteis para responder aos questionamentos.

A Reportagem entrou em contato com a prefeitura, por meio da assessoria de imprensa, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

De acordo com a Defensoria, a mesma solicitação de informações será encaminhada a todos os prefeitos dos 141 municípios do estado nos próximos dias.

Segundo a Defensoria, no dia 2 de março, o Gaedic Saúde fez uma solicitação ao Ministério da Saúde para reabilitar os leitos de UTI para atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19 custeados pelo Governo Federal que foram gradualmente sendo desabilitados pela União de setembro a dezembro do ano passado.

Já no dia 22 de março, a Defensoria a União ingressam com pedido de tutela de urgência para que o Governo Federal fornecesse oxigênio medicinal às unidades de saúde de 28 municípios no norte do estado que corriam risco de falta do insumo.

O pedido foi acatado pela Justiça no dia seguinte (23) e, no último domingo (28), aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) entregaram 340 cilindros de oxigênio em Sinop.

A Defensoria informou que agora será feito o mapeamento dos dados dos municípios.

fonte: G1 MT


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Covid-19: Brasil tem mais de 200 milhões de doses de vacinas aplicadas


Vaincação contra covid – Vacina Astrazeneca – Centro de Saúde n°13, 23/07/2021 Fotos: Myke Sena/MS

O Brasil ultrapassou a marca de 200 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas, informou o Ministério da Saúde. Até agora, são 134 milhões de pessoas com a primeira dose e mais 66,5 milhões com a imunização completa.

Estudos recentes mostram que as vacinas reduzem significativamente o risco de morte, de internações e de infecções causadas pelo vírus. No entanto, a vacina não evita completamente que a pessoa se contagie nem que leve o vírus para outras pessoas.

Segundo a pasta, mesmo com a vacina, os cuidados individuais, como o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social, são importantes para evitar o contágio.

O Brasil registra, no total, 20.877.864 casos notificados de covid-19 desde o início da pandemia e 583.362 mortes. Os dados foram divulgados neste sábado (4) pelo Ministério da Saúde, com base em informações disponibilizadas pelas secretarias estaduais de Saúde.

O número de pessoas recuperadas da doença chegou a 19.838.912 (95%). De acordo com o balanço, há 455.590 casos em acompanhamento e 3.475 óbitos em investigação.

Por Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil – São Paulo


HOME / NOTÍCIAS

política

Vereadores de Primavera do Leste terão novamente a oportunidade de fazer justiça em votar pela abertura de CP


Foi protocolado novamente por um cidadão a solicitação de abertura de uma Comissão Processante para investigar as empresas ligadas a família do vereador Elton baraldi (MDB), em ser favorecido nos processos de licitação na Prefeitura de Primavera do Leste.
Os vereadores terão a oportunidade de fazer justiça e votar favorável pela abertura da CP. Houve já uma solicitação anterior, porém no dia em que entrou em pauta, o vereador Elton Baraldi falou que as investigações das empresas ligadas a sua família, foram arquivados e o Ministério Público fez um Termo de Ajustamento de Conduta sobre o caso.
“O que não é verdade pois o que ocorreu foi um TAC com o MP em devolver uma multa de 100 mil porém, as empresas da família do vereador, faturaram nos últimos anos em Primavera do Leste em torno de 4 milhões de reais”. Fala o vereador Luis Costa.
Após o cidadão ter conhecimento do TAC que segundo o mesmo, não era o arquivamento da ação, sendo assim, propôs o pedido com esse fato novo, pois acredita que anteriormente os vereadores teriam sido induzidos ao erro.
Agora o documento precisa que o presidente da Câmara receba e envie para o Dr. Luiz Carlos Rezende, para realizar o parecer jurídico e assim votar em plenário. É importante lembrar que a lei orgânica do município proibi que vereadores sejam contratados, e ficou claro que pelo MP o vereador Nhonho era dono da empresa, porém era operada em nomes de laranjas.