Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Celular pega fogo enquanto carregava e destrói casa


Uma casa ficou parcialmente destruída depois que um celular que estava carregando sobre o sofá explodiu e pegou fogo, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, na sexta-feira (16).

A família contou que acordou com o barulho da explosão e que foi tudo muito rápido. Em instantes, sofá, cortina e forro estavam em chamas.

“A primeira coisa que fiz quando vi o fogo foi tirar a minha filha da casa, enquanto o meu padastro tentava apagar as chamas”, lembrou a auxiliar administrativo, Amanda Nascimento.

Os vidros da janela também foram atingidos e estouraram. O celular ficou completamente destruído e a parte do sofá em que o aparelho estava também ficou danificada.

O dono da casa conseguiu apagar o incêndio e ninguém se feriu. Mas, o Corpo de Bombeiros alerta que nessas situações é preciso chamar o socorro antes que algo mais grave aconteça.

O engenheiro eletricista Joel Mark de Oliveira esteve no local e apontou as possíveis causas do acidente.

“Nunca se deve deixar o celular carregando próximo a produtos e objetos inflamáveis, como superfície de espuma, papel, pluma, porque o celular esquente e chance de que pegue fogo é muito maior”, explicou.

Fonte: G1 Mato Grosso


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

Mulheres levam 200 kg de droga em porta-malas de carro e são presas


Foram detidas: Simone dos Santos e Vanessa de Oliveira. Uma delas dirigia o veículo onde a droga era levada. A outra agia como batedora na rodovia, avisando sobre barreiras policiais em outro carro.

Duas mulheres foram presas na BR-364 em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, com pouco mais de 200 kg de maconha, na madrugada deste sábado (19). O entorpecente, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) era transportado dentro de bolsas no porta-malas de um carro de passeio.

As prisões ocorreram durante fiscalização de rotina. Foram detidas: Simone dos Santos e Vanessa de Oliveira. O G1 não conseguiu localizar a defesa delas.

Uma delas dirigia o veículo onde a droga era levada e foi abordada. Durante buscas, a droga foi encontrada pelos policiais.

A outra agia como batedora na rodovia, avisando sobre barreiras policiais e foi denunciada pela comparsa.

Um dos carros usados por elas tem placa de Minas Gerais e é alugado. Aos policiais, as presas afirmaram que a droga seria entregue em Várzea Grande.

As duas foram levadas para a Central de Flagrantes e devem ficar à disposição da Justiça.

G1 / MT