Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Caminhonete colide com caminhão do Corpo de Bombeiros durante atendimento de ocorrência de incêndio em Primavera do Leste


Da Redação

Uma caminhonete colidiu com um caminhão do Corpo de Bombeiros na tarde desta quinta-feira (23), na Rua Arrimo que fica no Jardim Luciana.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por moradores do bairro para apagar um incêndio que iniciou em um terreno baldio, quando estava a caminho, o caminhão do corpo de bombeiros foi fazer o cruzamento entre a Rua Beleza com Arrimo, quando uma caminhonete que estava na Rua Arrimo colidiu com o caminhão.

Uma equipe da polícia técnica está no local para investigar as causas. Diante da situação outro caminhão do corpo de bombeiros foi acionado para apagar o fogo. Ainda não se sabe a causa do incêndio.


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Homem é morto a tijoladas após brigar com amigo que deu em cima da mulher dele


Homem foi morto pelo amigo em Sorriso — Foto: Rafael Sousa/Portal Sorriso

Homem foi morto pelo amigo em Sorriso — Foto: Rafael Sousa/Portal Sorriso.

Um homem foi assassinado na tarde desse domingo (23) com golpes de tijolos na frente da casa dele, na Avenida Curitiba, no Bairro Jardim Amazônia, em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, Maurício Nunes da Silva, de 35 anos, foi morto após brigar com um amigo que teria dado em cima da mulher dele.

A briga entre os dois homens começou depois que a mulher de Maurício reclamou que recebeu uma cantada do ‘amigo’ do marido.

Segundo informações da Polícia Militar, o suspeito e a vítima bebiam em uma casa. Maurício, ao chegar em casa, ouviu da mulher dele que o amigo teria dado em cima dela.

Os dois homens brigaram na casa da vítima. Testemunhas disseram que Maurício supostamente teria agredido o homem.

Ao revidar, o suspeito pegou um tijolo e golpeou Maurício, que morreu em frente de casa.

Os militares tentaram localizar o autor do homicídio, mas o suspeito não foi encontrado. O caso passa a ser investigado pela Polícia Civil.

Fonte: G1 Mato Grosso