Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Caio Junqueira morre aos 42 anos após acidente de carro


Caio Junqueira não resistiu ao grave acidente de carro sofrido na última semana e morreu no início da manhã desta quarta-feira (23). A informação obtida pelo Purepeople foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital Miguel Couto, no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro. O ator de 42 anos faleceu por volta das 5h da manhã. Ainda não há informação sobre velório e sepultamento do artista. No último dia 16, Caio capotou seu carro no Aterro do Flamengo após perder o controle do veículo, ficou preso nas ferragens e sofreu fratura exposta no rádio e no fêmur, além de um derrame pleural bilateral. Conhecido por atuar em novelas e filmes como “Tropa de Elite”, o ator chegou a passar por uma cirurgia. Essa é mais uma grande perda para o meio artístico. Na última sexta-feira, morreu o cantor sertanejo Marciano aos 67 anos vítima de infarto fulminante. No dia seguinte, Marcelo Yuka não resistiu a um AVC e morreu aos 53 anos.

Relembre a carreira de Caio Junqueira

Filho do ator Fábio Junqueira, morto em 2008, Caio de Lima Torres Junqueira nasceu no Rio de Janeiro em 20 de novembro de 1976. A estreia na carreira artística aconteceu quando ele tinha só quatro anos. Com nove, fez seu primeiro trabalho, na extinta TV Manchete, na série “Tamanho Família”. Depois, integrou o elenco de várias novelas como “A Viagem” (1994) e “Um Anjo Caiu do Céu” (2001), ambas na Globo. Na RecordTV, estreou em “A Escrava Isaura”, em 2004, e foi par romântico de Bianca Rinaldi na novela “Ribeirão do Tempo” (2010). Na minissérie “José do Egito”, Caio viveu um dos irmãos do protagonista, Simeão. O ator trabalhou ainda em “Confissões de Adolescente”, “Paraíso Tropical”, “Milagres de Jesus”, “O Mecanismo” e em filmes como “Central do Brasil” e “Zuzu Angel”. Caio era irmão do também ator Jonas Torre, conhecido como o Bacana da série “Armação Ilimitada”.

2018 foi marcado por grandes perdas

No ano passado, o meio artístico já havia sofrido perdas irreparáveis. Uma insuficiência respiratória tirou a vida de dona Ivone Lara, aos 97 anos, em abril. Em setembro, aos 89 anos, Ângela Maria, uma das rainhas do rádio, foi vítima de infecção generalizada. No mesmo mês, o funkeiro Mr. Catra perdeu a luta contra um câncer no estômago aos 49 anos. Outras perdas foram do radialista Paulo Barboza, do repórter Gil Gomes, da atriz Eloisa Mafalda, do ator Leonardo Machado e do humorista Agildo Ribeiro, vítima de problemas cardíacos aos 86 anos.

(Por Guilherme Guidorizzi)


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereadores ouvem reivindicações de trabalhadores contra a empresa CityBus


Luis Costa prepara pedido de CPI para investigar a empresa

Da Redação

A comunidade tem reclamado das condições de uso do transporte coletivo de Primavera do Leste, e desde o ano passado o vereador Luis Costa (PR) começou a levantar dados necessários para investigar a situação. Em novembro o legislador acompanhou o trajeto do bairro Primavera 3 até o centro, e viu que a situação não é nada boa, pois existe a super lotação. Diante desta perspectiva e das reclamações que vem chegando ao gabinete do vereador e também a Casa de Leis, Luis Costa sugere que se instaure uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a empresa CityBus.

E no dia de ontem (20), o legislador, juntamente com os colegas Carlos Venâncio (PSD) e Carmem Betti Borges (PSC), participaram da assembléia geral dos trabalhadores da Granja Mantiqueira e na oportunidade, ouviram os trabalhadores de Primavera do Leste e os que moram em Poxoréu, sobre as condições do transporte coletivo. A empresa Granja Mantiqueira fornece apenas o valor do transporte coletivo aos trabalhadores, não tendo assim nenhuma ligação com a empresa CityBus.

“Temos apenas uma empresa de transporte coletivo em nossa cidade que é a CityBus, e sabemos que a cidade talvez não tenha um número expressivo de habitantes que precise para ter uma outra empresa, sendo assim, a empresa que ganhou a licitação tem que cumprir com o contrato e fornecer um serviço de qualidade aos usuários”. Informa o legislador.

Segundo relatos de passageiros do município, os ônibus têm chegado com atraso nos pontos, tem circulado na cidade com super lotação, também alguns não têm as adequações necessárias para transportar passageiros e a empresa não dispõe de uma ouvidoria. Já os passageiros que vem da cidade de Poxoréu para trabalhar em Primavera do Leste, reclamaram do atraso em relação aos horários, já que muitos usuários precisam chegar a seus empregos nos horários.  Ainda alguns motoristas estão rodando em alta velocidade. Outro ponto citado é a falta de estrutura do ônibus que faz essa linha intermunicipal, em que, não possui cinto de segurança, estão super lotados e estragando no meio da estrada com muita freqüência.

“Já solicitei a prefeitura o contrato entre a empresa e o executivo para investigar o cumprimento, também estou juntando todas as reclamações, e irei, com outros colegas vereadores até a Coordenação Municipal de Trânsito e Transportes Urbano (CMTU) da cidade para verificar a situação das vistorias. Ressalto ainda que iremos falar com a Ager, órgão que fiscaliza as linhas intermunicipais para saber quais os padrões para transportar passageiros e iremos exigir os tacógrafos, como forma de acompanhar o bom andamento do serviço prestado”. Conclui Luis Costa.