Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

geral

Banhista e pescador morrem afogados nesse domingo


Duas pessoas se afogaram nesse domingo (1º) na região da Comunidade São Gonçalo Beira Rio e na Ponte Sérgio Motta, no Rio Cuiabá. Segundo o Corpo de Bombeiros, em um dos casos, um homem pulou de uma árvore, bateu a cabeça e morreu afogado.

O corpo de Valdecy Rafael da Silva, de 34 anos, foi encontrado por volta de 18h (horário de Mato Grosso). Ele nadava com outras pessoas no local, inclusive com crianças, quando se afogou ao saltar de uma árvore e bater a cabeça no rio.

“Infelizmente os dois afogamentos ocorreram em horários próximos, então, quando a gente recebeu essa ocorrência, já estávamos em outro afogamento”, explicou o tenente do Corpo de Bombeiros, Yohann Reis.

Um dos corpos foi encontrado próximo às margens do Rio Cuiabá (Foto: TV Centro América)

Um dos corpos foi encontrado próximo às margens do Rio Cuiabá (Foto: TV Centro América)

Um dos corpos foi encontrado próximo às margens do Rio Cuiabá. O segundo afogamento, na Comunidade São Gonçalo Beira Rio, terá a busca retomada na manhã desta segunda-feira (2).

A vítima é Felipe da Silva Oliveira, de 21 anos. Ele estava pescando, se abaixou para desenroscar um anzol, caiu na água e se afogou.

Fonte: G1 Mato Grosso


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

TSE reúne equipes de Bolsonaro e Haddad para discutir fake news


A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, remarcou para hoje (17) reunião com os coordenadores das campanhas dos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

No encontro, previsto para às 19h30, em Brasília, estarão na pauta notícias falsas veiculadas especialmente nas mídias sociais.

TSE faz últimos preparativos para o primeiro turno nas Eleições 2018
TSE sediará reunião hoje para debater notícias falsas      (Arquivo/José Cruz/Agência Brasil)

As notícias falsas (fake news, em inglês) entraram na agenda do TSE desde o início da preparação do processo eleitoral.

O tribunal chamou os partidos a assinarem um acordo contra as notícias falsas, reforçou a equipe que monitora essa prática e agora tenta um pacto entre os dois candidatos para evitar a disseminação de fake news.

Para os ministros do TSE, as notícias falsas podem afetar a credibilidade do pleito.

Haddad chegou a propor um acordo com o adversário para evitar as fake news, mas Bolsonaro recusou, via mídias sociais. Decisões do TSE têm tirado notícias falsas da internet.

Fonte: Agência Brasil