Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Alunos do 1º ao 9º ano que estudam Escola localizada na região do Vale Verde devem refazer a matrícula hoje (11)


Cerca de 200 alunos que estudaram nas salas anexas da Escola Estadual Monteiro Lobato, localizada na região do Vale Verde, devem refazer as suas matrículas. O motivo é que devido a revogação da Lei 10.500/2017, a localidade onde a escola está inserida, passou novamente a pertencer a Poxoréu. Agora as salas funcionarão como salas anexas a Escola Estadual Campo Presidente Dutra, que tem sede no distrito de Alto Coité. As matrículas serão realizadas na escola que fica na Região do Vale Verde, nesta sexta-feira (11), das 07 às 17h. “Os pais e responsáveis devem procurar a unidade escolar e os profissionais estarão lá para matricular os alunos da comunidade. É necessário levar xerox dos documentos pessoais das crianças e dos responsáveis”, explicou o assessor pedagógico de Primavera do Leste Weverton Ficherman Santos.

Vale destacar que todos os alunos, do 1º ao 9º ano, que estudaram na unidade escolar no ano passado ou que vão se matricular esse ano devem realizar o processo de matrícula novamente. Embora vão permanecer no mesmo espaço será uma outra escola, por isso é preciso fazer todo o processo novamente”, frisou Ficherman, que ainda destacou que “Não é uma vontade da assessoria e nem das escolas, contudo faz-se necessário seguir a legislação”.

O assessor fez questão de destacar que a qualidade do ensino será mantida. “Vai ser assegurada a mesma qualidade de ensino. O direito de garantia da qualidade da educação jamais será violado”. Isa Drapper e também assessora pedagógica de Primavera do Leste, ressalta que caso os pais tenham alguma dúvida, estes devem entrar em contato com a Escola
Campo Presidente Dutra ou com a Assessoria Pedagógica de Poxoréu. Os telefones são (66) 3414 1156 e (66) 3436 1181.

SALAS ANEXAS MONTEIRO LOBATO
Os alunos oriundos dos Assentamentos: Alminhas, Sangradorzinho, Primavera e Ponte de Pedra, além de todos os alunos da Nova Poxoréu que este ano frequentarão o 1º e 2º ano do ensino médio, serão recebidos na escola Getulio Dorneles, no período matutino.

Bem como os alunos do terceiro ciclo 7º,8º e 9º do período vespertino.
A assessora pedagógica explica que os alunos do ensino médio, antes ficavam espalhados em diversas escolas e esse ano todos ficarão na unidade escolar localizada no centro de Primavera do Leste.
“Neste caso, das salas anexas, as matrículas estão sendo realizadas na secretaria da escola Monteiro Lobato”, orientou Isa Drapper.
A Escola Monteiro Lobato fica localizada na Rua Malva Real, 48 no Pioneiro.

SALAS ANEXAS ESCOLA MARIA SEBASTIANA DE SOUZA
Já os alunos que frequentam o ensino fundamental e médio e pretendem estudar nas salas anexas que funcionaram na Escola Nossa Senhora Aparecida no Bairro Tuiuiu. Esses devem realizar a matrícula na sede da Escola Maria Sebastiana de Souza, no bairro Primavera III, na Rua Cajueiro em horário comercial. O telefone para mais informações é o (66) 3433 1267.

Fonte: Jaqueline Hatamoto/ Clique F5


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Calendário de pagamento do Seguro DPVAT já está disponível na internet


O calendário de pagamento do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro DPVAT) já está disponível para proprietários de veículos de todo o país no site da Seguradora Líder, no qual o boleto pode ser gerado.

São Paulo - Prefeito João Doria sanciona criação do Parque Municipal do Minhocão, que prevê desativação gradativa do Elevado João Goulart para carros e uso exclusivo para lazer (Rovena Rosa/Agência Brasil)
O seguro é obrigatório e deve ser pago por motoristas e motociclistas de todo o país – Arquivo/Agência Brasil

A Líder é responsável pela administração desse seguro obrigatório, que deve ser pago uma vez por ano para obtenção do licenciamento do veículo. Se não pagar, o proprietário perde o direito ao seguro em caso de acidente, se for o condutor do veículo no momento da ocorrência, mas os demais envolvidos permanecem cobertos.

O prêmio deve ser quitado junto ao vencimento da cota única ou da primeira parcela do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), nos bancos Bradesco, Caixa, Santander, Itaú e Banco do Brasil.

O pagamento segue o calendário do IPVA de cada estado. No caso do Rio de Janeiro, por exemplo, o prazo para pagar o IPVA vence no próximo dia 21 para veículos de placa final 0, informou a assessoria de imprensa da Líder. A seguradora esclareceu que, no caso de veículos isentos do IPVA, o pagamento do DPVAT deve ser feito durante o emplacamento ou licenciamento anual. A forma de pagamento varia de estado para estado.

Deságio

De acordo com resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados, em dezembro do ano passado, foi aprovada redução média de 63,3% no valor do DPVAT para 2019. O valor da redução dpende do tipo de veículo. Automóveis particulares e táxis, por exemplo, terão o DPVAT reduzido em 71%. A tarifa será de R$ 16,21 para automóveis particulares.

Para motocicletas, responsáveis pela maioria dos acidentes de trânsito atendidos pelo Seguro DPVAT, o valor do prêmio chega a R$ 84,58.

Da mesma forma que ocorreu no ano passado, o Seguro DPVAT não poderá ser parcelado para nenhuma categoria de motoristas. Os valores são válidos para todo o país. Dúvidas podem ser esclarecidas na Central de Atendimento da Seguradora Líder no número 4020 1596 (regiões metropolitanas) ou 0800 022 12 04 (outras regiões). O Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) pode ser acessado no número 0800 022 8189, 24 horas por dia.

Cobertura

O Seguro DPVAT cobre qualquer cidadão acidentado no Brasil, seja motorista, passageiro ou pedestre. São oferecidos três tipos de cobertura: morte (R$ 13.500), invalidez permanente (até R$ 13.500) e reembolso de despesas médicas e hospitalares da rede privada de saúde (até R$ 2.700). A proteção é assegurada por um período de até três anos.

Do total de recursos arrecadados pelo Seguro DPVAT, 50% são destinados à União, dos quais 45% vão para o Sistema Único de Saúde (SUS), visando ao custeio da assistência médico-hospitalar às vítimas de acidentes de trânsito; e 5% vão para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), para investimento em programas de educação e prevenção de acidentes de trânsito. Os 50% restantes são reservados para despesas, reservas e pagamento de indenizações.

Fonte: Agência Brasil