Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Agentes encontram drogas, armas, celulares e bebidas alcoólicas em penitenciária


Agentes penitenciários apreenderam uma grande quantidade de drogas, celulares, armas e bebidas artesanais nessa quinta-feira (28) na Penitenciária Central do Estado, no Bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá.

Mais de 200 litros de bebida alcoólica foram apreendidos nas celas da PCE (Foto: Sindspen-MT)

Mais de 200 litros de bebida alcoólica foram apreendidos nas celas da PCE (Foto: Sindspen-MT)

Segundo o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT),foram encontrados 23 aparelhos celulares, 200 chips telefônicos, porções de cocaína e maconha, 15 armas artesanais e mais de 200 litros de bebida alcoólica.

Droga e celulares estavam enterrados no chão e nas paredes das celas na PCE (Foto: Sindspen-MT)

Droga e celulares estavam enterrados no chão e nas paredes das celas na PCE (Foto: Sindspen-MT)

A revista foi feita no Raio 4 da PCE. Os materiais estavam nas paredes e no chão da cela.

De acordo com o sindicato, os celulares são usados pelos presos para organizares crimes na cidade, como sequestro e golpes.

Fonte: G1 Mato Grosso


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

TSE reúne equipes de Bolsonaro e Haddad para discutir fake news


A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, remarcou para hoje (17) reunião com os coordenadores das campanhas dos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

No encontro, previsto para às 19h30, em Brasília, estarão na pauta notícias falsas veiculadas especialmente nas mídias sociais.

TSE faz últimos preparativos para o primeiro turno nas Eleições 2018
TSE sediará reunião hoje para debater notícias falsas      (Arquivo/José Cruz/Agência Brasil)

As notícias falsas (fake news, em inglês) entraram na agenda do TSE desde o início da preparação do processo eleitoral.

O tribunal chamou os partidos a assinarem um acordo contra as notícias falsas, reforçou a equipe que monitora essa prática e agora tenta um pacto entre os dois candidatos para evitar a disseminação de fake news.

Para os ministros do TSE, as notícias falsas podem afetar a credibilidade do pleito.

Haddad chegou a propor um acordo com o adversário para evitar as fake news, mas Bolsonaro recusou, via mídias sociais. Decisões do TSE têm tirado notícias falsas da internet.

Fonte: Agência Brasil