Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Adolescente que pilotava moto atropela criança de 5 anos


Um adolescente que pilotava uma motocicleta atropelou uma criança nesse domingo (22) no Bairro Altos da Serra, em Cuiabá. A menina, de 5 anos, teve ferimentos na cabeça e foi internada no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC).

O adolescente tem 16 anos e foi ouvido na Central de Flagrantes de Cuiabá. Ele disse à polícia que andava com a moto quando a menina, que estava em uma igreja, saiu correndo e atravessou a rua.

Para não passar por cima dela, o adolescente disse que freou a moto e caiu no chão. A menina teve um corte na cabeça e recebeu seis pontos. O adolescente teve ferimentos no joelho e nas mãos.

A criança foi encaminhada e passa por atendimento no Pronto-Socorro.

A família do adolescente passou a madrugada desta segunda-feira (23) na Central de Flagrantes dando explicações à polícia. Os familiares relataram que o adolescente, que não tem carteira de habilitação, pegava a motocicleta por teimosia.

Eles também contaram que o adolescente trabalhou e comprou a moto por conta própria, e sempre andava de moto na região. Os familiares se comprometeram a ajudar a criança com medicamentos e qualquer necessidade por conta do atropelamento.

Fonte: G1 Mato Grosso


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

política

TSE reúne equipes de Bolsonaro e Haddad para discutir fake news


A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, remarcou para hoje (17) reunião com os coordenadores das campanhas dos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

No encontro, previsto para às 19h30, em Brasília, estarão na pauta notícias falsas veiculadas especialmente nas mídias sociais.

TSE faz últimos preparativos para o primeiro turno nas Eleições 2018
TSE sediará reunião hoje para debater notícias falsas      (Arquivo/José Cruz/Agência Brasil)

As notícias falsas (fake news, em inglês) entraram na agenda do TSE desde o início da preparação do processo eleitoral.

O tribunal chamou os partidos a assinarem um acordo contra as notícias falsas, reforçou a equipe que monitora essa prática e agora tenta um pacto entre os dois candidatos para evitar a disseminação de fake news.

Para os ministros do TSE, as notícias falsas podem afetar a credibilidade do pleito.

Haddad chegou a propor um acordo com o adversário para evitar as fake news, mas Bolsonaro recusou, via mídias sociais. Decisões do TSE têm tirado notícias falsas da internet.

Fonte: Agência Brasil